Últimas

INTERIOR - Feira do produtor abandonada pelo poder público na cidade de Pauini

Por: Romário Vieira (direto da cidade de Pauini)

Em Pauini (distante 923 quilômetros de Manaus em linha reta), existe uma série de obras públicas não acabadas, malfeitas, outras acabadas e sem uso. Os exemplos são muitos: a casa do idoso que está só o esqueleto, a obras do porto (Orla Fluvial) na cidade baixa que não serve para nada, o asfaltamento das vias públicas que não duram sequer um ano, dentre muitos outros exemplos.

Fotos: Romário Vieira / BLITZ AMAZÔNICO

Mais o que é pior mesmo são as obras concluídas que ficam abandonadas pela administração pública como é o caso da feira do produtor (Feira Municipal Manoel Otério Moledo) situada na Cidade Alta. Nela, a maioria dos boxes passa o tempo todo fechado. Os poucos que funcionam estão nas mãos de pessoas dedicadas que mesmo sem o apoio da gestão pública se esforçam para manter lá suas atividades, enquanto isso as pessoas ocupam as vias públicas para comercializarem o pescado nem sempre em condições adequadas de higiene. 

Feira Municipal Manoel Otério Moledo

Recentemente a feira do produtor tem servido apenas de cabide de emprego, já que existem servidores contratados e lotados na feira sem nenhum trabalho efetivo realizado pela prefeitura para viabilizar o funcionamento do local. Todas as obras públicas acima citadas representaram um gasto de dezenas de milhões de reais sem que a população pauiniense tire desse recurso qualquer benefício.

Esqueleto da casa do IDOSO

A reportagem do Portal do BLITZ AMAZÔNICO, por intermédio do Repórter Romário Vieira, tentou manter contato com o secretário de abastecimento, mas não obteve sucesso.

Obra do Porto Fluvial inacabada 


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.