Últimas

QUEREM PINTAR E BORDAR NA FRONTEIRA: Peruanos são presos com 368 kg de carne de caça em Tabatinga


Em uma embarcação peruana, policiais do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e Divisas (GGIF), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e a Polícia Federal apreenderam mais de 360 kg de carne de caça, uma espingarda, e prenderam quatro pessoas em Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), na manhã desta segunda-feira (25/06).

Foram presos os peruanos Ruth Camani Uriate, Timóteo Tamani Vega, Hitler Garcia Alero e Samuel Garcia Silva. Durante a abordagem, eles disseram aos policiais que vieram de uma comunidade chamada São Pedro, no Peru, e que traziam as mercadorias para vender na Feira de Tabatinga.


A apreensão e as prisões ocorreram durante um patrulhamento fluvial de rotina, realizado diariamente. A embarcação de madeira, de 13 metros de comprimento, atracou no porto da feira do município quando foi revistada pelos policiais.

Foram encontradas carnes de 46 pacas, dois tatus, anta e veado, que totalizaram 368 kg. Além da embarcação, também foram apreendidas uma espingarda calibre 16 e três motores, de 5hp, de 6,7hp e de 13hp.

Proteção das fronteiras - A Secretaria de Segurança Pública tem adotado uma série de medidas para proteção das fronteiras com o fortalecimento da Inteligência e das operações nos rios com foco no combate ao tráfico de drogas e armas. O Governo do Estado atua nas fronteiras com o plano Estratégia Estadual de Segurança Pública Integrada para a Região de Fronteira e Divisas do Amazonas (Esfron), operacionalizado pelo GGIF. 

Em 2017, em três bases de operação conjunta, foram apreendidas quase 35 toneladas de carne de animais abatidos, incluindo carne de caça e de peixes, entre outros.


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.