Últimas

bordéis de robôs sexuais estão se expandindo na Europa e tem atendidos torcedores tarados na Russia.


O que antes era considerado um fetiche proibido, acessível apenas em sites ilegais, parece ter virado uma indústria próspera: bordel de bonecas sexuais está se expandindo na Europa, relatando uma alta demanda por seus serviços.

Menos de 18 meses desde a abertura do primeiro bordel de robôs sexuais em Barcelona, e dois meses depois do segundo lugar em Moscou, a empresa Lumidolls, considerada o primeiro bordel de robôs sexuais do mundo, está prestes a lançar seu terceiro espaço em uma cidade europeia, até então desconhecida, daqui a algumas semanas, escreve o RT.

A indústria de robôs sexuais é relativamente nova, mas está crescendo rapidamente. A Lumidolls afirma ter certas vantagens sobre um grupo de outros bordéis de bonecas sexuais na Inglaterra, Alemanha, Holanda, Áustria e França ao oferecer robôs com "pele quente", "movimentos mecânicos" e "inteligência artificial".

Segundo o cofundador e dono da rede, Sergi Prieto, o negócio está em alta em Moscou graças a torcedores que afluíram de todo o mundo à capital russa durante o Mundial 2018.

"Temos um grande espaço em Moscou, quase o dobro daquele que temos em Barcelona. Está aberto 24 horas por dia", sublinhou.

Prieto declarou que a empresa ainda não atingiu seu potencial máximo e pretende expandir a rede "por todo o mundo".

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.