Últimas

ESQUEMA PARA DERRUBAR PREFEITO DE MANACAPURU É DESARTICULADO

Um plano que impediria o prefeito de Manacapuru prosseguir na atual gestão do município foi exposto em rede social. (Vídeo abaixo da matéria)

Segundo áudios de conversas por meio de um aplicativo, o esquema estava sendo armado, premeditado e executado por um grupo de três homens. O grupo arquitetavam um plano de pedido de impeachment que foi apresentado na Câmara Municipal no dia 16 de Abril (2018) mas, foi arquivado por falta de provas. 



O esquema previa o afastamento do prefeito de Manacapuru Beto D`angelo e posteriormente uma nova eleição municipal aconteceria. Para tal um homem citado como Euler Carneiro seria o possível candidato a prefeito ainda em 2018, sendo apoiado diretamente pelo restante do grupo. 


Euler que é advogado possui mais de dez denuncias recebida pela OAB, uma delas foi registrada pelo próprio pai em que acusava Euler de se apossar da pequena aposentadoria através de ameaças. 

Os três envolvidos foram identificados como: Euler Carneiro (Advogado), Kennedy D’Ângelo (irmão do prefeito) e o presidente da câmara de vereadores de Manacapuru, Francisco Coelho.  No tramite Francisco Coelho investiria 400 mil beneficiando diretamente Euler Carneiro e Kennedy D’angelo em 50 mil cada. 

Nas conversas o grupo pretende entrar pela porta da frente da prefeitura, porem o alvo é Beto D’angelo “Mano, logo, logo é nóis, nosso alvo é o Beto, o Beto caindo já era” Diz um dos trechos da conversa, em outro, Kennedy manda Euler preparar o discurso ao chama-lo de “Meu prefeito” 

O vereador Francisco Coelho foi citado como “cagão” e FDP. 

O esquema veio a tona depois de conversas vazarem nas redes sociais. As conversas encerram Euler Carneiro ameaçando publicar uma matéria bombástica e que “isso poderia ser evitado” dando entender à prática de extorsão e Kennedy dando um “Bom dia’ carinhoso para o “prefeito Francisco Coelho” 

Outras pessoas também são citadas nas conversas.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.