Últimas

GO: Siamesas passam a receber alimentação líquida através de sonda


As gêmeas siamesas que nasceram em Goiânia e foram separadas seguem em estado gravíssimo na UTI do Hospital Materno Infantil. Elas começaram a receber alimentação líquida com uma sonda ligada ao estômago. Antes elas se alimentavam pela veia. Débora e Catarina nasceram no dia 22, unidas pelo tórax e abdômen, compartilhando o fígado.

As bebês estão em recuperação após a cirurgia de separação e respiram com ajuda de aparelhos. Uma delas precisa de cirurgia com urgência no coração, porém ainda não há previsão de quando a operação possa ser feita.

Viviane de Menezes dos Santos, de 30 anos, mãe das meninas, já recebeu alta médica e possui livre acesso à UTI. No entanto, o contato físico entre a mãe e as filhas é limitado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.