Últimas

LEMBRA DO HOMEM QUE ESTUPROU TODOS OS FILHOS? POIS É... FOI ENCONTRADO MORTO DENTRO DA CELA

Acusado de estuprar filhos e manter família em cárcere é encontrado morto em cela

Preso há três meses acusado de abusar sexualmente dos próprios filhos e da mulher, além de cometer maus-tratos e manter a família em cárcere privado, o agricultor Frank Silva Miranda, 46, foi encontrado morto dentro de uma das celas da delegacia de polícia do município de Caapiranga (a 134 quilômetros de Manaus). Um inquérito policial será aberto para investigar as circunstâncias da morte. 

Conforme o delegado da cidade Antônio Rodrigues, Frank era o único preso que permaneceu na delegacia após o tumulto ocorrido na semana passada, quando a população revoltada tentou invadir a unidade policial para linchar dois presos. Conforme o delegado, os demais internos foram transferidos para a delegacia de Manacapuru.

De acordo com o delegado, Frank foi encontrado morto na manhã deste domingo (26) por investigadores que foram levar o seu café da manhã. Eles chamaram pelo preso, mas ele não respondeu. Então os investigadores entraram na cela e encontraram Frank morto dentro do banheiro da cela pendurado em uma corda feita de pano.

Por telefone, o delegado informou ter certeza de que o preso planejou a sua morte. “Antes de ele se matar, ele deve ter lido a bíblia. Encontramos o livro sobre o colchão, aberto no livro do profeta Isaías, capítulo 22. Sobre a bíblia estava a identidade dele”, disse Antônio Rodrigues.

Será instaurado inquérito de polícia para investigar as circunstâncias em que aconteceu a morte do preso, já que o mesmo se encontrava preso aos cuidados da Justiça. De acordo com o delegado, as últimas pessoas que mantiveram contato com ele disseram não ter notado nenhuma intenção de suicídio no preso.

Entenda o caso

Frank foi preso depois de ter sido denunciado por uma de suas vítimas de abusar sexualmente dos próprios filhos e da mulher, além de cometer maus-tratos e manter a família em cárcere privado. O caso ocorreu na Comunidade Dares, situada no Rio Manacapuru, Zona Rural de Caapiranga.

Conforme Boletim de Ocorrência (B.O) registrado na 32ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), a polícia foi ao local após conselheiros tutelares da cidade serem acionados por populares para atender ocorrência de uma adolescente que teria gravado um áudio relatando maus-tratos e abusos sexuais cometidos pelo pai.

A jovem disse ainda que os irmãos e a mãe passavam pela mesma situação. Segundo a Polícia Civil, ao chegarem ao local, os policiais encontraram a família aterrorizada. As vítimas informaram que o homem havia saído do local e que ele estava em posse de uma arma de fogo. Instantes depois, o infrator chegou em uma canoa e foi verificado a posse de uma arma. Ele não reagiu à abordagem e recebeu voz de prisão.

Destaque

O suspeito e a família foram conduzidos à delegacia para os procedimentos cabíveis e realização dos exames, pois todos apresentavam hematomas pelo corpo. O homem foi atuado em flagrante por maus tratos, estupro, estupro de vulnerável e cárcere privado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.