Últimas

Papa 'implora' por perdão por casos de pedofilia na Igreja


pós ter se encontrado com oito vítimas de pedofilia em Dublin, na Irlanda, o papa Francisco "implorou" perdão pelos casos de abuso sexual na Igreja Católica, durante a celebração do Angelus no Santuário de Knock, neste domingo (26).



Papa Francisco preside celebração no Santuário de Knock, na IrlandaFoto: ANSA / Ansa - Brasil

O tema da pedofilia tem dominado a primeira visita oficial do Pontífice argentino à Irlanda, realizada por ocasião do Encontro Mundial das Famílias. "Nenhum de nós pode não se comover com as histórias dos menores que sofreram abusos, que tiveram sua inocência roubada ou que foram afastados de suas mães, abandonados a dolorosas recordações", disse.

Segundo o Papa, essa "praga" desafia a comunidade católica a ser "determinada" na busca por "verdade e justiça". "Imploro pelo perdão do Senhor por esses pecados, pelo escândalo e pela traição advertidos por todos na família de Deus", acrescentou.

O Angelus no santuário mariano de Knock reuniu cerca de 50 mil fiéis, que aplaudiram as palavras de Francisco sobre pedofilia.

No último sábado (25), Jorge Bergoglio havia se encontrado com oito vítimas de abusos na Irlanda, incluindo Marie Collins, ex-integrante da comissão antipedofilia criada pelo próprio Papa e que abandonou o comitê alegando falta de cooperação da Cúria.

Além disso, logo ao chegar ao país, o Pontífice já havia reconhecido o "fracasso" da Igreja em combater a violência sexual dentro do clero. Collins, por sua vez, disse que o pronunciamento de Francisco sobre pedofilia não apresentou "nada de novo" e foi "decepcionante".

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.