Últimas

Sem explicação, ‘caso Queiroz’ alimenta desconfiança no Congresso


Fabrício Queiroz, ex-assessor do deputado e senador eleito Flávio Bolsonaro, faltou pela segunda vez, nesta sexta-feira (21), a um depoimento marcado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para ouví-lo sobre a movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão em sua conta, conforme apontou um relatório do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras).

De acordo com a coluna “Painel”, da Folha de S. Paulo”, a falta de explicações alimenta desconfianças no Congresso Nacional. Preocupados, parlamentares aliados ao novo governo acreditam que a oposição usará o “caso Queiroz” para pressionar Jair Bolsonaro já no início do seu mandato, em janeiro.

Flávio não voltou a conversar com Queiroz após encontrá-lo no início do mês, logo quando as suspeitas do Coaf vieram à tona.

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz (Reprodução / Instagram / Flávio Bolsonaro)

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.