Últimas

"Safadinha da net" aplicava golpe pela internet e ainda vendeu uma casa para 30 pessoas diferentes


Uma mulher de 32 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (2) suspeita de vender uma casa para 30 pessoas diferentes, em Manaus. Ela ainda aplicava golpes ao negociar produtos em aplicativos de venda e sites de relacionamento. Segundo a Polícia Civil, a suspeita é ré em 27 processos na Justiça.

A suspeita, Kézia Macedo da Silva, comprava produtos e fazia uma transferência falsa, que sumia da conta do vendedor três dias após a venda. De acordo com o delegado Raul Neto, do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), a mulher foi presa em cumprimento de um mandado de prisão aberto em 3 de outubro de 2018 pelo crime de estelionato. As equipes da delegacia a prenderam no bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus, por volta de 7h. Ela confessou os crimes.

Ainda conforme o delegado, a mulher usava uma identidade falsa para aplicar golpes. Em um deles, cometido em 2013, ela vendeu uma mesma casa para 30 pessoas diferentes. Ela ainda usava aplicativos de vendas e relacionamento e bancos, para aplicar outros golpes.

“Eu ganhei R$ 500 mil com as vendas da casa. Nos bancos, ofereço ajuda e daí tiro dinheiro. Nos sites de compra e venda, me interesso pelo produto, vou lá, negocio e faço uma simulação de transferência e depósito. Com isso, eu fico com o produto para mim, o dinheiro aparece para o vendedor e depois some depois de três dias”, explicou a suspeita.

A mulher foi encaminhada para o 12° DIP para os procedimentos cabíveis. Ela será questionada e a Polícia Civil fará um levantamento de quantos crimes a suspeita cometeu.

G1

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.