Últimas

EM MANCAPURU: PREFEITO PÕE DONO DE RÁDIO NO DEVIDO LUGAR


Empresário proprietário de uma radio local em Manacapuru diz sofreR perseguição do poder público (local) com isso conteúdos comprometendo a imagem da prefeitura e do atual gestor é pauta constante na radio local. 
Na última quarta-feira o prefeito da cidade usou a rede social para colocar o empresario no devido lugar.
Leia na integra: 

Após tomar conhecimento da manifestação do senhor Rafael Palmeira empresário e proprietário da rádio local, relatando sofrer uma “perseguição” do poder público contra o mesmo, por ter realizado matérias na sua emissora, venho aqui informar que tal ações no trânsito o qual o empresário se refere como “perseguição” nada mais são do que operações rotineiras realizadas em vários pontos da cidade, assim como acontecem nas proximidades do 9° Batalhão, Corpo de Bombeiros, Parque do Ingá, Quintino Bocaiúva, Ribeiro Junior e tantos outros locais públicos onde também existem comércios e nem por isso os proprietários se sentem perseguidos, pois as blitz de trânsito são realizadas para manter a organização e fiscalização tanto dos motoristas de veículos particulares, como da classe mototaxista em consonância com o poder judiciário no município.
Em relação ao retorno interditado na Boulevard Pedro Rates, cabe ressaltar também que no local existe sinalização informando a proibição da manobra, tendo em vista que ali é um local com grande fluxo de veículos transitando a todo momento e determinei que não somente ali, mas em outros pontos da cidade onde tenham retornos irregulares, sejam interditados, o que deverá acontecer nos próximos dias. Caso o sr. Rafael Palmeira esteja se sentindo prejudicado pelas operações de trânsito, que manifeste o seu descontentamento junto ao Ministério Público para que assim seja verificado se há alguma irregularidade na realização das operações.
Ressalto aqui que não sou contra as manifestações de críticas sejam elas de populares ou das mídias em geral, pois sei que estamos em um regime democrático onde todos tem o direito de expressão, porém o que chama a atenção é que a rádio local onde o Sr. Rafael Palmeira é proprietário, se CALOU em gestões passadas, onde haviam funcionários da saúde fazendo manifestações cobrando mais de 04 de meses de salários atrasados, o hospital local quase fechado, água contaminada causando um surto de diarréia na população, dentre outras mazelas do município, tão somente por manter um CONTRATO pago com dinheiro público com as respectivas gestões, chegando a realizar programas semanais e vetando a participação popular quando existiam reivindicações.
Eu não irei me curvar a este tipo de pressão, tão somente por NÃO manter um contrato com a referida rádio para divulgação de ações, pois esse tipo de acordo era feito no passado com o objetivo de silenciar as manifestações populares por meio dos veículos de comunicação de Manacapuru e eu não o farei.
Quanto a situação do sistema viário da cidade, já informei a rádio do sr. Rafael Palmeira e o mesmo está ciente disso, que os serviços de asfaltamento serão retomados após a conversa que terei com o Governador Wilson Lima no próximo dia 14 de Fevereiro, pois o serviço é realizado pelo Governo do Estado, e está apenas aguardando a liberação do governo para dar continuidade aos trabalhos, já que apenas 18KM dos 58KM de asfalto incluídos no projeto foram colocados na área urbana, faltando assim mais 40KM a serem utilizados.


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.