ÚLTIMAS NOTICIAS

Recursos pedagógicos auxiliarão no desenvolvimento socioeducativo dos alunos da rede municipal


Novos kits de materiais pedagógicos foram entregues aos Centros Municipais de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasps), da Prefeitura de Manaus, para auxiliar nos trabalhos desenvolvidos junto aos alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Nesta quinta-feira, 28/2, a aplicabilidade dos recursos foi apresentada na prática em escolas municipais. O material pedagógico foi adquirido com recurso do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO 

Nos polos dos Cemasps, uma equipe multidisciplinar com pedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogos e assistentes sociais, realizam atendimentos individuais e em grupos com assessoramentos às escolas, que incluem palestras, visitas domiciliares e orientação familiar, após uma triagem realizada pela escola, a qual é encaminhada ao centro.

Os kits contêm recursos lúdicos com instrumentos musicais, jogos educativos com sequência lógica, alfabeto silábico, profissões, alinhados com fruta, ábaco, jogos da memória, entre outros. O material é um complemento aos recursos já utilizados pelo Cemasp para combater o abandono escolar, bem como para estimular o desenvolvimento social, cognitivo, intelectual e emocional dos alunos. 

O Cemasp Polo 4, que desenvolve os trabalhos com os mais de 12 mil alunos das 84 unidades de ensino da zona Rural de Manaus, apresentou os novos recursos na Escola Municipal Maria Leide Amorim, localizada na BR-174. Para a coordenadora do Centro, Jane Lara Costa, a utilização do novo material enriquece o atendimento dos profissionais do Cemasp com as crianças em risco. “Esse material vem enriquecer ainda mais o atendimento, porque ele desenvolve habilidades emocionais, psicomotoras, a linguagem oral e escrita e, principalmente, a parte social, como a integração da criança com o outro e isso tudo reflete de forma positiva em sala de aula”, comentou Jane.

A psicóloga do Cemasp polo 2, que atende os quase 40 mil estudantes de unidades da zona Oeste da cidade, Maria Valdenira Azevedo, explicou como o material será utilizado no atendimento aos alunos nas diferentes faixas etárias. “Esse instrumento vem somar com as ações que já realizamos nas escolas. É claro que precisamos fazer adaptações diferentes para atender todos os alunos nas diferentes faixas de idade, mas sempre em busca do mesmo objetivo que é trabalhar o intelectual, cognitivo e emocional das crianças”, explicou. 
Na Escola Municipal Maria Rufina de Almeida, na Travessa do Franceses, Alvorada 1, zona Oeste. Os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental aprovaram os novos materiais, que para eles são, também, uma brincadeira. “Esses são os jogos mais legais que eu já vi. Gostei muito do jogo silábico. Com ele, eu montei várias palavras como xuxa, chata e peixe”, falou a aluna, Amanda Fonseca de 8 anos. 

 A Semed possui quatro polos de atendimentos na cidade, que contam com a parceria do Proemem, a fim de desenvolver ações para melhorar e garantir uma educação de qualidade aos quase 245 mil alunos atendidos pela rede. “A nossa parceria com os Cemasps garantem ações mais sólidas. A compra e entrega desses kits é mais uma ferramenta que vai beneficiar e contribuir para o resgate das crianças para educação”, destacou o coordenador do Proemem, Adriano Santos. 

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.