ÚLTIMAS NOTICIAS

​ASSISTÊNCIA SOCIAL - ​Prefeitura e Governo alinham solução de moradia para vítimas do incêndio em Educandos


A presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, recebeu nesta quarta-feira, 27/3, o vice-governador Carlos Alberto de Almeida Filho, na sede da Prefeitura de Manaus, zona Oeste da capital, para alinhar propostas e buscar uma solução compartilhada às vítimas do incêndio ocorrido em 17 de dezembro do ano passado no bairro Educandos, zona Sul.

Foto: Divulgação /BLITZ AMAZONICO

A reunião envolveu equipes técnicas das secretarias de Assistência Social, Infraestrutura, Habitação, Ordenamento Social e Capacitação Profissional das duas esferas governamentais.

“Estamos acompanhando as famílias desde o primeiro momento, com doações em roupas, cestas básicas, Auxílio-Aluguel e tudo aquilo que está ao nosso alcance para minimizar o sofrimento dessas pessoas”, destacou Elisabeth Valeiko. “Foi uma reunião muito importante, na qual compartilhamos nossos conhecimentos técnicos e unimos nossos esforços para dar uma resposta a essas famílias que hoje esperam por moradia, conforme nos determina o prefeito Arthur Virgílio Neto”, completou a presidente do Manaus Solidária.

Dentre as ações integradas e que deverão ser priorizadas pelo grupo de trabalho em prol das vítimas do Educandos está a limpeza e isolamento da área atingida pelo incêndio, a fim de que não haja novas invasões naquela área, considerada de risco pela Defesa Civil de Manaus.

Segundo o vice-governador Carlos Alberto, a situação das vítimas do incêndio no Educandos requer a atenção tanto do Estado como do Município, que tem atuado no atendimento psicossocial das pessoas identificadas pelo serviço social. “Para que possamos dar uma resposta necessária e rápida é importante essa coalizão de esforços. Nossa ideia é desenhar as balizas para a solução dessa situação e de outras semelhantes”, disse.

Atualmente 656 famílias são mantidas pela Prefeitura de Manaus, por meio de donativos arrecadados pela campanha #Manaus Solidária e pelo benefício do Auxílio-Aluguel concedido pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc). Nos primeiros dias após o incêndio esse número chegou a 832, sendo reduzido posteriormente para 735 famílias, após cruzamentos de dados, chegando ao número atual. A triagem social é contínua para que o atendimento seja priorizado às reais vítimas do incêndio.

Histórico

A campanha #ManausSolidária teve como base de entrega de donativos a Casa Militar de Manaus, onde foram arrecadadas 162,2 toneladas de alimentos, que tiveram a base de distribuição na Agência de Desenvolvimento Local (ADL) Cajual, no Morro da Liberdade, zona Sul. Até agora, 10 mil cestas básicas foram distribuídas. Também são entregues fraldas, kits de higiene, roupas e calçados.

Desde janeiro deste ano, 656 famílias estão recebendo o Auxílio-Aluguel da Prefeitura de Manaus, no valor de R$ 300 reais. O benefício social é pago com recursos públicos do município, destinado às famílias que foram vítimas de alguma calamidade. O valor é repassado pelo período de um ano, podendo ser prorrogado por mais seis meses, de acordo com a Lei Municipal nº 1.666, de 25 de abril de 2012.


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.