Últimas

Deputados defendem processos licitatórios da Seduc e custo maior da merenda pela qualidade


A Sessão Plenária desta quarta-feira (20), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), teve como destaques a defesa do líder do governo, deputado Carlinhos Bessa (PV), aos procedimentos e contratos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para o fornecimento de merenda escolar e de transporte para as escolas da rede estadual, e da presidente da Comissão de Educação, deputada Therezinha Ruiz (PSDB), que apresentou relatório dos processos encaminhados pelo secretário Luiz Castro (REDE), em resposta a requerimentos do deputado Wilker Barreto (PHS). 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Durante o Grande Expediente, o deputado Carlinhos Bessa justificou o aumento no valor da licitação da Seduc para fornecimento de merenda escolar na rede estadual de ensino afirmando que os valores majorados, de R$ 2,80 para R$ 4 por refeição, levam em conta a melhoria na qualidade da merenda servida nas escolas, se comparada ao governo anterior. “O melhor tem que estar na mesa da população, na merenda escolar dos estudantes”, disse. 

Por sua vez, a deputada Therezinha Ruiz fez seu pronunciamento mostrando os números das compras e contratos realizados na administração do secretário Luiz Castro, que enviou o relatório a pedido da Comissão de Educação da Aleam, presidida pela parlamentar. Ao receber o relatório, o deputado Wilker Barreto (PHS) aparteou a deputada para agradecer de público e parabenizar a presidente da comissão, “que se empenhou todos os dias cobrando as informações da Seduc”. Em aparte, Dermilson Chagas (PP) também parabenizou ação da deputada pelas repostas da Comissão de Educação. 



CPI dos Postos de Combustível 



Ainda nos pronunciamentos do dia, o deputado Álvaro Campêlo (PP) cobrou a instalação da CPI dos Postos de Combustível, informando sobre o aumento súbito de preços em Manaus, e denunciando que a gasolina é vendida a preços absurdos no interior, chegando a R$ 7 na região do rio Juruá. Álvaro também denunciou a suposta prática de dumping, prática que acontece quando um grupo forte domina o setor e força pequenos empresários a vender seus postos. 

A presidente da Comissão de Saúde, deputada Mayara Pinheiro (PP), fez um relato de sua participação no 1º Congresso Latino Americano de Valor em Saúde, realizado nos dias 18 e 19 de março, em São Paulo, onde foram discutidos os principais problemas de saúde no continente.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.