Breaking News

EDUCAÇÃO - Prefeitura realiza encontro técnico para orientar educadores sobre recursos de livros didático


A abertura do Encontro Técnico para pedagogos, assessores pedagógicos, coordenadores e formadores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi realizada nesta quarta-feira, 13/3, no auditório da Editora do Brasil, no Centro. O objetivo da Prefeitura de Manaus é orientar os educadores sobre a utilização dos recursos pedagógicos e digitais existentes nos livros didáticos como forma de contribuir na promoção do desenvolvimento dos alunos da rede municipal de ensino.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A formação reuniu ainda técnicos das Editoras do Brasil, SM, Moderna e Ática Scipione, que disponibilizam os livros didáticos para as 323 unidades de ensino da rede, beneficiando aproximadamente 116.918 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. O Encontro encerra nesta quinta-feira, 14/3, na Gerência de Tecnologia Educacional (GTE) da Semed, zona Centro-Sul.

Os livros didáticos são recursos oriundos do Governo Federal, através do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), disponibilizados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), através do Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD). 

A assessora técnica do Programa do Livro e Material Didático na Semed, Ana Carolina Silva Queiroz, disse que a formação é uma parceria com as editoras para preparar os educadores sobre os novos livros didáticos utilizados em sala de aula.

“Como é um formato novo, nós consideramos uma necessidade de que as editoras participassem conosco de como mostrar o melhor modo de utilizar. As editoras estão trazendo para nós as ferramentas disponíveis e o suporte técnico de como levar isso para sala de aula”, disse.

A assessora pedagógica da Editora do Brasil na região Norte, a pedagoga, psicóloga e mestra em Educação, Adriana Teixeira foi a palestrante do tema “Formação do Livro Didático Akpalô (história africana). Segunda ela, a expectativa é que os educadores possam sair do encontro cientes de como utilizar a melhor maneira possível o material.

“Eles vão aprender a lidar com o livro, como vão fazer o planejamento como professor e como esse aluno pode ser trabalhado, bem como, utilizando hashtag digital, laboratório da Brasil online, enfim, tudo que eles vão aprender vão colocar na sala de aula com os alunos”, comentou.

De acordo com a assessora interdisciplinar Mariléia Araújo, da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, as informações serão importantes para seu trabalho pedagógico e suporte com as 40 unidades de ensino da divisão e os mais de 20 mil alunos 1º ao 5º ano que utilizam o material didático.

“É muito gratificante a formação da editora, porque quando o aluno somente folheia o livro é diferente quando se tem uma explicação sobre esse livro. Você vai clareando as ideias e passa a conhecer de fato o material que se está trabalhando. Isso é muito importante, e acredito que para os professores vai ser uma formação muito válido”, concluiu.

Para a pedagoga Kátia Brandão, da Escola Municipal Irmã Edelvira Esmeralda, bairro Morro da Liberdade, zona Sul, participar do encontro é a chance de aprender ainda mais sobre a coleção Akpalô, utilizada pelos alunos na escola.

“Na escola já tivemos um conhecimento prévio sobre a coleção, por isso, que nós escolhemos, porque é uma coleção interdisciplinar. Esse encontro está servindo para aprofundarmos um pouco mais esse conhecimento”, disse.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.