Breaking News

Google celebra 30 anos da World Wide Web com doodle exclusivo


Foi em 11 de março de 1989 que um então engenheiro físico de 33 anos, chamado Tim Berners-Lee, entregou ao seu chefe um documento intitulado “Gerenciamento de Informação: Uma proposta”. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Nele, haviam enunciados que compunham a ideia de uma “ampla base de dados baseada em hipertexto, com links digitáveis”, a fim de auxiliar no compartilhamento de informações entre seus colegas de trabalho no CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, na Suíça), onde está instalado o maior acelerador de partículas do mundo — o Grande Colisor de Hádrons (LHC).

O documento ficou conhecido como “Mesh” e tornou-se famoso por ser, basicamente, o primeiro rascunho do que viria a ser a internet como a conhecemos hoje. De lá até aqui, muita coisa mudou: o “mesh” não é limitado aos trabalhadores do CERN, Berners-Lee recebeu a honraria de tornar-se um cavaleiro pela Ordem do Império Britânico e o mundo sem a rede mundial de computadores seria algo inimaginável dentro da nossa realidade. Só no Brasil, são mais de 120 milhões de domicílios conectados, segundo o Comitê Gestor da Internet (CGI).

A Google, no intuito de celebrar os 30 anos da World Wide Web, criou um doodle especial elucidando o histórico da web desde o documento que lhe serviu como proposta inicial (ele foi recusado pelo chefe de Berners-Lee, que o chamou de “empolgante, porém vago”), abordando levemente a diferença entre a rede mundial de computadores e a internet propriamente dita. Veja o texto completo a seguir:

Vago, porém empolgante

Foi assim que o chefe de Sir Tim Berners-Lee respondeu à sua proposta, intitulada ‘Gerenciamento de Informações: Uma Proposta’, enviada neste mesmo dia em 1989, quando o inventor da World Wide Web era um engenheiro de software de 33 anos. Inicialmente, Berners-Lee tinha a visão de ‘uma enorme base de dados em hipertexto com links digitáveis’ chamada de ‘Mesh’, para ajudar a seus colegas no CERN (o maior laboratório de física nuclear do mundo, na Suíça) a compartilhar informações entre vários computadores.

O chefe de Berners-Lee deu-lhe o tempo necessário para criar um fluxograma modesto e fazer dele um modelo de trabalho, escrevendo-o em linguagem HTML, a aplicação HTML e a WorldWideWeb.app — o primeiro navegador e editor de páginas. Em 1991, os servidores externos da rede já estavam em pleno funcionamento

A Rede logo revolucionaria a vida como a conhecemos, inaugurando a Era da Informação. Hoje, aproximadamente 2 bilhões de sites estão online. Seja ela usada para e-mails, lições de casa, jogos ou mesmo assistir vídeos de filhotinhos fofos, é bem provável que você não possa imaginar a vida sem a rede. Não a confunda com a Internet, a qual vem evoluindo desde os anos 1960: a rede mundial de computadores é uma aplicação online construída sobre inovações como linguagem HTML, ‘endereços’ URL e protocolo de transferência de hypertext, ou simplesmente ‘HTTP’. A rede também tornou-se uma comunidade descentralizada, fundada em princípios de universalidade, consenso e design de baixo para cima.

‘Poucas foram as inovações que de fato mudaram tudo’, disse Jeff Jaffe, CEO do World Wide Web Consortium. ‘A web é a inovação de maior impacto do nosso tempo’.

Feliz Aniversário de 30 anos à World Wide Web!”

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.