ÚLTIMAS NOTICIAS

H1N1 - ​ Em tempo recorde, Manaus supera meta geral de vacinação contra a Influenza

A Prefeitura de Manaus superou a meta de vacinar 90% do público-alvo contra a Influenza, preconizada pelo Ministério da Saúde (MS), e nesta segunda-feira, 1º de abril, alcançou 91,2%. O balanço positivo foi apresentado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, durante entrevista coletiva na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Rayol dos Santos, localizada na avenida Constantino Nery, Chapada, zona Centro-Sul.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O prefeito lembrou que durante a abertura da campanha, no dia 20/3, ele garantiu ao secretário nacional de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, que em 15 dias a meta na capital amazonense estaria batida.

"Temos uma máquina ágil com uma equipe dedicada e quero agradecer a todos os servidores da secretaria municipal de saúde, aos vacinadores de cada distrito, de cada UBS, que formaram um verdadeiro exército de imunização, garantindo que batêssemos e superássemos a meta do Ministério da Saúde em tempo recorde", agradeceu Arthur Neto, que estava acompanhado da primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Do total de 455.083 pessoas que integram os grupos de risco, 415.035 receberam as doses da vacina (91,2%). Embora se tenha chegado a esse percentual, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai direcionar esforços para alcançar as metas estabelecidas para cada um dos grupos de risco. A preocupação a partir de agora é para imunizar grávidas e também crianças, que são públicos nos quais a cobertura ainda está abaixo do esperado.

Segundo o prefeito, a estratégia agora é direcionar equipes para alcançar essas pessoas nas maternidades, creches e escolas de ensino infantil. "Nossas equipes irão em busca das mulheres grávidas e de crianças menores de seis anos para alcançarmos o percentual de vacinação desejado nesses grupos específicos”, afirmou Arthur Neto. “Depois, com o restante de vacinas que sobrarem, vou sugerir ao ministro da saúde que possamos vacinar rodoviários, trabalhadores da limpeza, infraestrutura e feirantes, que exercem suas atividades mais expostos, logo estão mais propensos a doença", disse o prefeito.

Conforme o Informe Epidemiológico das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG), da Sala de Situação em Vigilância em Saúde, emitido nesta segunda-feira, apenas 65,53% das grávidas foram imunizadas, enquanto crianças de seis meses a menores de seis anos alcançaram 80,98%.

Professores e idosos já ultrapassaram o total do público esperado e alcançaram, respectivamente, 124,11% e 102,60%.

Dia D

O secretário da Semsa, Marcelo Magaldi, enfatizou a importância da mobilização do “Dia D” de realizada no sábado, 30/3, que levou mais de 62 mil pessoas aos postos para receber a vacina contra Influenza. A Prefeitura de Manaus disponibilizou 200 postos, em todas as zonas geográficas da cidade, inclusive postos volantes para ir em busca de pessoas que ainda não haviam sido vacinadas, nas áreas classificadas como vazios assistenciais. Foram mobilizados 1,1 mil servidores que atuaram desde o apoio na logística, até a aplicação da vacina.

"O 'Dia D' obteve um resultado acima do esperado, sem filas, sem tumulto e com muita organização em todas as UBSs. Nossas equipes também foram às ruas e, dado o resultado de 62 mil pessoas imunizadas nesse dia, só tenho a agradecer o empenho não só da Semsa, mas de todas as outras secretarias que também colaboraram", finalizou o secretário.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.