Breaking News

Projeto da PM realiza palestras sobre bullying em escolas da zona leste de Manaus


Já foram atendidas 23 turmas de três escolas municipais e estaduais que solicitaram palestras sobre o tema

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Visando a prevenção de casos de violência dentro das escolas, o Comando de Policiamento de Área Leste (CPA Leste), da Polícia Militar, desenvolveu o projeto "Educando com Segurança", que realiza palestras educativas e rodas de conversa dentro das unidades de ensino da zona leste de Manaus. O projeto, que iniciou em fevereiro deste ano, já atendeu 23 turmas de três escolas municipais e estaduais e registrou um aumento na solicitação de palestras sobre bullying, após a tragédia em uma escola na cidade de Suzano, interior de São Paulo.

O CPA Leste, que é comandado pelo tenente-coronel Cledemir Silva, já realizava patrulhamento ostensivo e preventivo nas escolas com o projeto "Ronda Escolar", quando diretores e pedagogos solicitaram palestras educativas dos policiais, uma vez que a presença nas unidades influencia o bom comportamento dos alunos. Cada Companhia Interativa Comunitária (Cicom) atende escolas específicas com o "Ronda Escolar", dentro da sua área de atuação.

As palestras do projeto "Educando com Segurança" são ministradas pelo cabo da Polícia Militar Fabrison de Lima, que é bacharel em Direito, licenciado em Língua Portuguesa e doutorando em Direito Constitucional. Prevenção às drogas e bullying são os temas mais abordados.

“Estamos trabalhando a questão da prevenção, com o policial dentro da escola entendendo a realidade. Eu coloco como se fosse uma conversa com eles, pois nosso foco é levar o conhecimento, mas também se aproximar dos alunos, buscar uma parceria e também frisar sobre o bullying, explicando o que é e como se defender”, disse.

De acordo com o cabo Fabrison, as conversas são realizadas nos três turnos, passando de sala em sala com os alunos. “É um trabalho completamente preventivo, dado o número de denúncias que recebemos, principalmente nas escolas da área leste. Então, como policial, fazemos nossa parte ostensiva, mas também nos aproximamos desses jovens e conversamos. A receptividade é sempre muito boa”, afirmou o policial.

Saldo positivo - Para Francinete Cruz, diretora da Escola Municipal Madre Tereza de Calcutá, localizada no conjunto Nova Floresta, as palestras chegaram no momento exato, pois não só leva informação aos alunos, mas coloca a polícia dentro das escolas, o que aumenta a sensação de segurança de alunos e professores.

“A resposta está sendo super positiva. Os alunos vem até nós e falam que estão gostando. Sentimos até redução na questão do bullying, principalmente no turno matutino, e notamos a diminuição das ocorrências depois que iniciou o ciclo da palestra do CPA Leste”, comentou.

A estudante Debora Marcelly, 14, contou que já sofreu bullying dentro da escola por usar óculos e, por um tempo, chegou deixar as lentes em casa. Depois das palestras, ela se sentiu mais forte. “Gostei muito da palestra do policial. Ele interagiu com a turma e isso significa uma possível mudança, pois quem comete bullying sabe que é danoso para as vítimas e vai pensar mais antes de fazer. Assim também para quem sofre, que hoje sabe como se defender e denunciar”, disse.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.