ÚLTIMAS NOTICIAS

Alunos de Pauini há 2 meses sem aulas por conta de obras da Seduc-AM


Estudantes procuraram o Portal Em Tempo para denunciar a falta de informações do poder público em relação à conclusão das obras de reforma básica na Escola Estadual Frei Mário Sabino

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os estudantes da Escola Estadual Frei Mário Sabino, localizada no munício de Pauini (distante 925 quilômetros de Manaus) denunciaram ao Portal Em Tempo, nesta quarta-feira (10), que estão há quase dois meses sem aulas. 

Conforme os alunos, as atividades paralisaram no último dia 17 maio, por conta de uma reforma básica do local, e até o momento não há respostas das autoridades e da direção da escola aos alunos sobre a previsão para o retorno das aulas. 

Uma aluna do 3º ano da instituição, que preferiu não revelar a identidade, afirmou que a direção da escola informou que a paralisação seria feita em um período de 20 dias. “Já perdemos um bimestre completo. 

Eles falaram que a pausa das atividades seria muito rápida, pois fariam somente ajustes como pintura, reforma nos banheiros e consertos elétricos. Por enquanto, só pintaram”, afirmou a discente.

A estudante disse, ainda, que os alunos da instituição estão organizando uma manifestação, que será realizada na frente da escola, para reivindicar a volta às aulas. ”A gente quer reunir o máximo de pessoas no próximo sábado (13) em frente à escola. Contamos com a presença dos pais e de todos os alunos”, frisou a aluna, acrescentando que a pausa das atividades traz prejuízos, principalmente, para discentes que estão prestes a fazer provas de vestibular. 

A economista Déborah Senna, de 34 anos, que é mãe de alunos da instituição, afirmou que a escola estava em situação precária, com problemas de fiação e infraestrutura e precisava de uma reforma. No entanto, a falta de previsão para o retorno das atividades tem preocupado os responsáveis.

“Eu me sinto muito prejudicada, pois vejo a frustração dos meus filhos em querer estudar e não ter escola. Minha filha está no terceiro ano, já está se preparando para o vestibular, mas corre o risco de não concluir o ensino médio. Precisamos de uma resposta das autoridades”, concluiu a mãe. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (SEDUC-AM) informou que "que havia problemas existentes muito antes deixados por gestões passadas que comprometeram seu pleno funcionamento, necessitando de manutenções emergenciais".

A SEDUC-AM ressaltou, ainda, que "estão sendo realizados, pelo Departamento de Infraestrutura (Deinfra), serviços de pintura e substituição de aparelhos de ar condicionados antigos por novos - trabalhos que estão previstos para serem concluídos em aproximadamente 15 dias, quando, após isso, as aulas deverão ser retomadas".

Fonte: emtempo

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.