ÚLTIMAS NOTICIAS

Escolas municipais do bairro da Paz realizam primeiro desfile cívico em conjunto

Aproximadamente 800 pessoas se reuniram nesta terça-feira, 3/9, para participar do primeiro desfile cívico de escolas municipais do bairro da Paz, zona Centro-Oeste de Manaus, em comemoração ao dia da Elevação do Amazonas à Categoria de Província, celebrado na próxima quinta-feira, 5, e o Dia da Independência, comemorado no próximo sábado, 7. A ação teve como tema “Polícia, Família e Escola: todos longe da violência”.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As unidades participantes foram o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Eliakin Rufino e as escolas municipais Antônio Matias, Maria José Nunes da Luz e Osvaldo Sobreira. Além do desfile, os estudantes do Eliakin Rufino receberam certificados pela participação no Programa Educacional Proteção e Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) Kids. O Cmei foi, inclusive, a primeira unidade de ensino da rede municipal a receber o programa.

”Foi um presente porque foram quatro semanas que as crianças aprenderam sobre prevenção às drogas e combate à violência e este é o ápice do programa, porque sabemos que o trabalho com as crianças é importantíssimo. Realizamos a marcha com a finalidade de ressaltar o aprendizado e estamos aqui com as outras escolas para conscientizar toda comunidade”, observou a gestora da escola, Jucyara Melo, que também destacou a participação das famílias.

“Convidar as famílias para participar desse momento foi um suporte enorme e o feedback positivo mostrou que todos concordam com a posição da escola em dizer não à violência”, completou.

O gerente pedagógico da Divisão Distrital Zonal (DDZ), Anderson Rodrigues, comentou que a ação foi possível por conta da parceria que a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) mantém com a Polícia Militar do Amazonas.

“Esta é a primeira vez que a gente conseguiu reunir as escolas do bairro da Paz, porque geralmente as escolas fazem um trabalho isolado. Aproveitamos que havia um trabalho pré-elaborado com a escola Eliakin Rufino e trouxemos as demais escolas do entorno. Isso fez com que a comunidade fosse mobilizada de forma geral em relação à questão do patriotismo”, salientou.

Para Maria das Dores Duarte, 35, mãe do estudante do 2º período, Pedro Gustavo, todo o movimento organizado foi muito bom. “Eu achei bem interessante, este é o primeiro ano que ele está estudando aqui e também é o primeiro ano do Proerd aqui na escola. Quando ele chega em casa, fala que a polícia estava na escola, ensinando diversas coisas. É muito bom eles terem esse ensinamento, para que fiquem conscientes sobre o que eles devem evitar”, opinou.

Proerd Kids

A parceria da Polícia Militar com a Semed existe desde 2002 em relação ao Proerd, mas só este ano a primeira unidade de ensino recebeu a versão do programa para crianças de 6 e 7 anos. 

A sargento Thalita Vale explicou que eles estão começando a dar prioridade para essa faixa etária, com o intuito de construir um conhecimento mais aprofundado para as etapas posteriores, como no 5º ano. “Percebemos que vêm ocorrendo muitas situações de abuso infantil e crianças perdidas, por exemplo, justamente na idade de 6 e 7 anos. Recebendo a informação desde cedo, é possível que quando chegar no 5º ano o aluno esteja mais preparado”, observou a sargento.

O Proerd Kids trabalha com quatro encontros onde os alunos recebem orientações gerais de segurança, segurança fora de casa, segurança dentro de casa e a questão inicial sobre o abuso infantil.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.