ÚLTIMAS NOTICIAS

Jogo 'medonho' contra o Flamengo mudou tudo: os bastidores da demissão de Felipão no Palmeiras

O técnico Luiz Felipe Scolari foi demitido na última segunda-feira do Palmeiras muito por conta do péssimo desempenho do time na derrota por 3 a 0 para o Flamengo, no último domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Luiz Felipe Scolari durante jogo entre Palmeiras e Godoy Cruz
Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Segundo apurou a ESPN, a diretoria alviverde tinha, sim, convicção na permanência do treinador, mesmo após a dura eliminação para o Grêmio na Libertadores, há uma semana.

Tanto é que, pouco antes da partida contra o Fla, o presidente Maurício Galiotte assegurou a continuidade da comissão técnica - discurso que já havia sido proferido dias antes pelo diretor de futebol Alexandre Mattos e pelo gerente de futebol Cícero Souza.

No entanto, a tenebrosa partida da equipe palestrinaque foi engolida pelos cariocas no Maracanã, acabou mudando este pensamento.

No próprio domingo, a ESPN mostrou que a certeza que havia horas antes sobre a sequência de Felipão já não existia mais.

Segundo apurou a reportagem, a diretoria palestrina ficou chocada com a falta de atitude e a passividade do Palmeiras contra o Flamengo, além do fraquíssimo desempenho técnico demonstrado.

Nos bastidores, a palavra "medonho" foi usada para descrever como foi o jogo do Verdão no Maracanã.

Scolari ainda passou a noite de domingo para segunda-feira como treinador alviverde, mas uma reunião na tarde de segunda acabou selando sua saída.

Foi conversado que um limite havia sido alcançado, e que não era mais possível seguir com Felipão no cargo, apesar da convicção que havia anteriormente sobre sua permanência.

Luiz Felipe Scolari, então, recebeu a visita de Alexandre Mattos em seu apartamento. Lá, ele foi comunicado da decisão pela demissão.

O técnico campeão brasileiro em 2018 ainda não se pronunciou sobre o tema. Carlos Pracidelli, um de seus auxiliares, porém, contou que a comissão não esperava o desligamento.

"Fomos pegos (de surpresa) com essa notícia da nossa saída. Não sei dizer detalhes. Recebi a notícia que a gente se desligou do Palmeiras", afirmou.

Com a rescisão contratual, o treinador receberá mais um mês de salário, que era a cláusula que havia em seu vínculo, originalmente proposto até dezembro de 2021.

Pesou também o fato de Mano Menezes estar livre no mercado, o que possibilitaria uma certo rápido, sem deixar a equipe à deriva.

O acerto com o ex-comandante do Cruzeiro já está encaminhado e pode ser oficializado nesta terça-feira.

O contrato irá até dezembro de 2021.

DESEMPENHO DE FELIPÃO

Demitido nesta segunda-feira, Felipão esteve no cargo por mais de um ano, ficando de julho de 2018 a setembro de 2019.

Neste período, participou de 76 jogos, com 46 vitórias, 21 empates e 9 derrotas, faturando o Campeonato Brasileiro de 2018.

Superado apenas por Oswaldo Brandão (585), o gaúcho termina com 485 jogos pelo Palmeiras (238 vitórias, 132 empates e 115 derrotas).

Em suas passagens anteriores, o treinador ganhou a também Copa Mercosul 1998, a Copa do Brasil (1998 e 2012), a Copa Libertadores (1999) e o Torneio Rio-São Paulo (2000).

No próximo sábado, às 21h (de Brasília), o Palmeiras visita o Goiás, no Serra Dourada, em busca da recuperação após a dura derrota para o Flamengo, no último domingo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.