ÚLTIMAS NOTICIAS

Polícia Civil prende sete homicidas durante operação ‘Erva Daninha’


A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu sete indivíduos em cumprimento a mandado de prisão, durante a operação "Erva Daninha" na capital. Os suspeitos, segundo as investigações, são apontados como autores de seis assassinatos ocorridos na zona leste, dentre eles o homicídio de Maura Prado Batista, ocorrido em abril deste ano. A vítima estava grávida e foi morta a tiros.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Foram presos Brenno Johnathans Martins Souza, 22, Bruno Brandão Frota, 20, Diogo Lima Bentes, 28, Gustavo Pavão de Souza, 19, Maria Eduarda dos Santos Souza, 30, Marcelo de Souza Reatec, 27, e Wancley Souza Fonseca, 22.

Segundo o delegado Paulo Martins, titular da DEHS, além dos seis assassinatos, mais homicídios estão sendo investigados como sendo de autoria do bando criminoso. Os suspeitos também são envolvidos com o tráfico de drogas e, com eles, foram apreendidos R$ 4 mil.

“Com essas prisões, a delegacia de homicídios fecha seis homicídios, todos identificados e temos mais cinco investigações. Essa operação foi deflagrada na quinta-feira da semana passada e, nessa segunda-feira ela foi fechada com outras prisões. Nós temos combatido diariamente essas facções”, disse.

De acordo com o delegado Charles Araújo, adjunto da especializada, os crimes bárbaros cometidos pela quadrilha vinham sendo investigados há alguns meses. Eles atuavam no tráfico de drogas e executavam seus rivais. Uma das vítimas dos criminosos foi assassinada na frente da filha de dois anos.

“A intenção era tirar de circulação esses homicidas. A gente começou a fazer essas prisões no bairro do Zumbi, nos quais foram presos o Bruno e o Brenno, autores do assassinato do Ednei Rodrigues”, salientou Araújo. 

“Na sexta-feira, nós conseguimos cumprir dois mandados de prisão, primeiro o Gustavo que estava em Nova Olinda do Norte. No crime que ocorreu ano passado, eles mataram a Nayara, infelizmente, de forma cruel porque ela denunciava o tráfico na área deles. A gente não vai tolerar isso, então conseguimos prender os dois”, acrescentou.

O delegado disse, ainda, que Wancley é apontado como autor do assassinato do namorado da irmã, em 2015. Ele foi preso no bairro São José. Na segunda-feira, mandados de prisão foram cumpridos na rua Samambaia, bairro Jorge Teixeira.

“No local, nós conseguimos prender a Maria Eduarda, o Diego e o Marcelo. Eles, conforme as investigações, têm envolvimento no homicídio da Maura. A vítima foi sequestrada junto com a filha de dois anos de idade, e executaram a Maura na frente da criança. Após o crime, eles ainda deixaram a menina para avó, certos da impunidade. Hoje eles estão vendo que essa impunidade não acontece, não ocorre”, afirmou Charles Araújo.

Os sete suspeitos foram autuados pelo crime de homicídio qualificado. Os homens serão encaminhados para o Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM) e Maria Eduarda será levada ao Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF), ambos no quilômetro 8 da BR 174.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.