ÚLTIMAS NOTICIAS

Prefeitura de Manaus orienta condutores e usuários de transporte sobre interdição da rua Pará

Em mais uma ação relacionada ao avanço das obras do Complexo Viário Ministro Roberto Campos, na zona Centro-Sul, a Prefeitura de Manaus interditou na manhã desta segunda-feira, 2/9, a rua Pará, no trecho entre as avenidas Constantino Nery e Djalma Batista. A medida é necessária para o início da segunda etapa da implantação das estacas de fundação das passagens subterrâneas. Com essa, completam-se três frentes de obras simultâneas no extenso canteiro, que se entende pelas avenidas João Valério e São Jorge.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Agentes de trânsito e fiscais de transporte do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estão nas imediações na interdição desde as primeiras horas esta segunda-feira para orientar condutores e usuários do sistema de transporte quanto às alterações no local além de informar rotas alternativas. A interdição é por tempo indeterminado e o IMMU manterá equipes no local para monitorar o trânsito no entorno da área em construção.

Durante a interdição, quem segue pela Constantino Nery, no sentido Centro/bairro, e precisa acessar a Avenida Djalma Batista ou o bairro Nossa Senhora das Graças, deverá entrar à direita, antes da Rua Pará, na Rua São Geraldo, que ficará em sentido único, seguir pela Rua João Alfredo e, assim, chegar à Rua Pará.

O diretor-presidente do IMMU, engenheiro Manoel Paiva, esteve no local e afirmou que construção do complexo é a obra mais importante do sistema viário da capital. “Como toda grande obra, ela traz impacto. Esse impacto está sendo minimizado com a atuação dos agentes. Salientando que a Constantino Nery, em todo o decorrer desta obra, não será interditada. Apenas as ruas transversais serão interditadas para fazer as duas passagens subterrâneas”, explicou Paiva. Ele também reforçou que, além do complexo viário, será construído uma plataforma de embarque e desembarque de um terminal de integração que vai integrar os moradores da zona Oeste de Manaus a outras áreas de capital.

“Segurança, conforto e orientação, é o que estamos fazendo, evitando acidentes e conflitos que ocorrem em qualquer obra de grande impacto como essa. Estamos aqui como parceiros da população. Essa é a orientação do nosso prefeito Arthur Virgílio Neto, o cuidado com as pessoas”, ressaltou Paiva.

Construção

Na área interditada, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) dará continuidade à implantação de 543 estacas que sustentarão futuramente a trincheira. Dentro do canteiro de obras, onde está delimitada a primeira etapa do complexo viário, 227 estacas já foram implantadas pelas equipes do consórcio Manaus, vencedor da licitação.

“Aqui teremos a extensão da trincheira iniciada dentro do canteiro de obras. Nessa área já vamos iniciar a perfuração das estacas de fundação, seguindo o mesmo modelo de trabalho que está sendo executado no cruzamento da Constantino Nery com a João Valério”, informou o secretário da Seminf, Kelton Aguiar.

Transporte

Por conta das mudanças no trânsito, as linhas 318, 407 e 452 deixarão de atender a Rua Pará, seguindo os seguintes itinerários:

LINHAS 318 E 407
Itinerário normal até o T1 / Avenida Constantino Nery / Avenida Senador Álvaro Maia / Avenida Joaquim Gonzaga Pinheiro / Avenida Ayrão / Avenida Djalma Batista.



LINHA 452
Itinerário normal até a Rua Ferreira Pena / Avenida Senador Álvaro Maia / Avenida Joaquim Gonzaga Pinheiro / Avenida Ayrão / Avenida Djalma Batista

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.