ÚLTIMAS NOTICIAS

Prefeitura define matriz de referência para ser utilizada em 2020

A partir de 2020, a Prefeitura de Manaus terá uma matriz de referência que servirá como base para construção de avaliações de larga escala pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). A matriz de referência é uma espécie do currículo seguido pela rede municipal de ensino, em que estão inseridas todas as habilidades, competências e conteúdos trabalhados com os alunos em sala de aula. O parâmetro atual para elaboração das avaliações utilizado pela Semed é a Prova Brasil, do Ministério da Educação (MEC).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os trabalhos para a construção da matriz ocorrem desde julho, e foram encerrados nesta quinta-feira, 12/9, à tarde, no Hotel da Vinci, localizado no Adrianópolis, zona Centro-Sul. 

Em paralelo ao trabalho de construção da matriz de referência aconteceu a formação de elaboração de itens de língua portuguesa e matemática das avaliações de larga escala.

As ações foram direcionadas e realizadas em conjunto com professores de língua portuguesa e matemática, de setores como Divisão de Ensino Fundamental, Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM), Departamento de Gestão Educacional (Dege), Gestão Integrada da Educação (Gide), bem como um educador de cada Divisão Distrital Zonal (DDZ).

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, que participou da abertura da atividade, destacou o significado da construção da matriz e de elaboração dos itens.

“Este trabalho de rever não só os nossos conteúdos, mas as nossas práticas, as nossas mentalidades, a forma que a gente enxerga e organiza o mundo é o que podemos fazer de melhor. E serve muito mais para nos ajudar a garantir um direito das crianças de aprender mais e melhor, conforme determina o prefeito Arthur Virgílio Neto, que preza pela qualidade do ensino na nossa rede municipal", comentou.

A chefe do DAM, Núbia Breves, destacou que Manaus faz um trabalho pedagógico pioneiro no Brasil com a construção de uma matriz de referência própria, em consonância com a proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“É um momento rico para a secretaria, até porque estamos vivenciando um novo panorama, um novo momento no Brasil com a Base Nacional Comum Curricular, onde as matrizes do MEC ainda estão sendo reformuladas para 2021. Ou seja, nós estamos fazendo um processo anterior a eles, acredito que a Semed é umas das primeiras secretarias do Brasil que está elaborando sua matriz de referência. Então para gente é uma vitória, é momento riquíssimo”, destacou.

O trabalho de construção da matriz de referência dos itens dos Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE) conta com apoio dos profissionais da Consultoria Avalia. Segundo a consultora Gladys Rocha, a matriz ajudará no fazer pedagógico dos professores de Manaus e tem impacto em todo processo de aprendizagem.

“Participar do processo de construção da matriz e elaboração de itens ajuda os professores a compreenderem melhor os dados, os resultados, a pensar no trabalho com seu aluno em sala de aula. Então, este trabalho que começa em um núcleo menor, tem impacto em todas as escolas e no sistema de ensino”, salientou.

Um dos colaboradores é o coordenador de matemática da DAM da Semed, Anézio Mar, que destacou que a discussão sobre a elaboração de itens da ADE e a matriz de referência ajuda os professores a fazerem uma autoavalição do seu trabalho.

“Este trabalho impacta principalmente nas ações da DAM, mas também impacta na sala de aula, uma vez que estamos fazendo uma matriz que servirá como base para saber, por exemplo, como os alunos de Manaus estão aprendendo de fato e se adquiriram ao final do ensino fundamental o aprendizado devido. Isso é de suma importância, para que a gente consiga fazer um processo de intervenção e também garanta que o estudante tenha seu direito de aprendizagem validado”, pontuou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.