ÚLTIMAS NOTICIAS

Escola municipal prepara 'Caixa da Natureza' para enviar ao Rio Grande do Sul

Alunos do 1º ano do ensino fundamental da escola municipal Rita de Cássia, bairro Novo Israel I, zona Norte, junto com a professora Maria Raimunda Araújo de Souza, fizeram a preparação da “Caixa da Natureza”, que será enviada para a escola municipal Ângelo Gabriel Boff Guasselli, na cidade de Osório, no Rio Grande do Sul. A ação faz parte da parceria firmada entre as duas unidades de ensino do país, do Projeto Intercâmbio Cultural. Na caixa, foram colocados itens como vestimentas, culinária amazônica, literatura infantil amazonense, música, entre outros.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A caixa será entregue para a Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus), que será responsável de enviar para o Sul do Brasil. O objetivo é instigar os estudantes da modalidade de ensino a conhecerem diferentes costumes e culturas. A Caixa da Natureza é uma brincadeira que se transformou numa experiência enriquecedora entre os estudantes de ambas as escolas. Em seguida, essas caixas são trocadas entre as escolas, via Correios, assim, cada escola envia sua caixa à outra escola.

No total, 26 alunos do 1º ano da unidade de ensino do município de Manaus participaram do projeto, junto com 24 crianças do 1º ano da escola municipal da cidade no interior gaúcho.

A diretora da escola Maria Raimunda, Alda Andreia Ribeiro Aquino, ficou feliz com o resultado do intercâmbio, pois no momento em que eram colocados os itens da caixa da sua escola, ela teve a grata surpresa de receber a outra “Caixa da Natureza” da escola gaúcha. Para ela, foi um momento muito especial, uma troca de conhecimentos culturais que os alunos vão aprender.

“É importante que as nossas crianças conheçam outras culturas, como a vestimenta, comida, música e hábitos. Enfim, alguma coisa que não seja igual a nossa. É fundamental destacar que somos pioneiros nesse projeto e vamos dar seguimento para isso. Essa caixa nos traz significado, histórias, contos, lendas, e isso para gente é maravilhoso e de muito conhecimento”, disse.

A professora Maria Raimunda Araújo de Souza, responsável pelos 26 alunos do 1º ano da escola, ressaltou a importância pedagógica do intercâmbio com a outra escola do Sul do país. Para ela, o aprendizado será bem significativo. 

“Na caixa vão itens que representam a cultura amazonense, como a nossa culinária, a literatura, no caso da Ana Maria Peixoto, além da culinária em forma de acessórios e a cultura indígena. É importante esse intercâmbio para que o Sul do país conheça realmente como é a cultura aqui do Norte”, completou.

Para a formadora Lucilene Pacheco, da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da Semed, responsável pela intermediação da escola do município de Manaus com a do Rio Grande do Sul, é um momento especial a realização do intercâmbio.

“Penso que a principal importância está relacionada com a aprendizagem das crianças, primeiro por serem dois polos bem distantes, sendo uma escola do Rio Grande do Sul e nós do Norte. São culturas diferentes, mesmo falando a mesma língua, mas temos culturas bem distintas”, comentou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.