ÚLTIMAS NOTICIAS

Alunos de educação infantil da zona Sul participam da '4ª Mostra de Trabalhos e Danças'

Pelo menos 26 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) da Prefeitura de Manaus, gerenciados pela Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul da Secretaria Municipal de Educação (Semed), participaram nesta sexta-feira, 1º/11, da “4ª Mostra de Trabalhos e Danças da Educação Infantil”. O evento foi realizado no anfiteatro do Parque do Mindu, bairro Parque 10, zona Centro-Sul de Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O objetivo da ação foi apresentar os trabalhos realizados pelas unidades de ensino, de diferentes formas e linguagens, que demonstram a capacidade cultural de cada criança de acordo com o conteúdo pedagógico infantil.

Para a chefe da DDZ Sul, Jecicleide Nascimento, o momento é uma culminância de todas as unidades que atendem a educação infantil, com a apresentação dos trabalhos que os professores desenvolvem com os alunos.

“Esse é um momento de culminância e também de compartilhar todas as atividades desenvolvidas e além de ser uma troca de experiência entre as escolas. Todo esse trabalho é relacionado com o processo de aprendizagem das crianças, que começa na educação infantil e que ele (aluno) possa desenvolver cada vez melhor ao longo da sua vida estudantil”, comentou Jecicleide.

A mostra contou com a participação de mais de 500 crianças de três a cinco anos, professores e também de pais e responsáveis. Ao fim das apresentações, todos os Cmeis receberam certificado de participação.

Os vários ritmos e estilos musicais apresentados agitaram o público presente. O Cmei Paulinho de Brito, bairro Flores, apresentou o “Baile das Borboletas”, que faz parte do projeto “Arte Ludicidade”, desenvolvido pela unidade há cinco anos.

“Nós apresentamos uma dança coreografada que trabalha a coordenação motora, equilíbrio, socialização, entre outros benefícios que a dança causa na vida das pessoas. Todas as crianças da escola participam de alguma atividade, como teatro, música e dança. Ela é livre para escolher o que quer fazer”, explicou a coordenadora do projeto, Monique Simões.

A dona de casa Crismary Aray, mãe do aluno Diancri Aray, 6, aluno do Cmei Dr. Fernado Trigueiro, no Japiim 2, ficou muito feliz com a apresentação do filho, que relembrou músicas da década de 70. Crismary é venezuelana e é muito agradecida pela acolhida que recebe de Manaus e da escola.

“É o nosso primeiro ano no Brasil, precisei deixar meu país e aqui fui muito bem recebida. Estou muito feliz por meu filho estudar em uma escola que ensina muitas coisas para ele. Percebo o quanto ele tem aprendido, está muito inteligente e eu fico muito orgulhosa e grata em ver meu filho feliz, dançando e participando de todas as atividades”, disse emocionada Aray.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.