ÚLTIMAS NOTICIAS

‘Maloca de Palhaços’ realiza novo circuito em fevereiro

Oficina ‘Iniciação à arte do palhaço’ está com inscrições abertas até o dia 6

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O fomento à arte da palhaçaria volta à programação cultural de Manaus com a realização da segunda etapa do projeto “Maloca de Palhaços”, que terá início no mês de fevereiro. Realizada pela Fitacrepe Filmes e Artes Cênicas, a iniciativa promove o intercâmbio artístico entre mestres e aprendizes, de Manaus e de outras regiões do país, por meio de oficinas e apresentações gratuitas. O projeto foi contemplado no edital do Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2018 e tem o apoio do Instituto Amazônia e Caminhos da Arte.

A primeira oficina desta etapa, marcada para acontecer entre os dias 10 e 13 de fevereiro, será ministrada por Pepe Nunñez, diretor da Casa do Palhaço e realizador do Festival Internacional de Palhaços Ri Catarina, de Florianópolis (SC). A atividade acontecerá no período de 15h às 18h, no espaço Caminhos da Arte (rua Frei José dos Inocentes, Centro Histórico, próximo ao Paço Municipal). Limitadas a 15 vagas, as inscrições gratuitas podem ser feitas no link https://forms.gle/J5v4tuckjEbbZYMy9 até o dia 6. 

Com o tema “Iniciação à arte do palhaço”, a oficina se propõe a ser um espaço de experimentação por meio de jogos, exercícios individuais e coletivos, reflexões sobre a poética, o trabalho e a função social do clown/palhaço. “Ao mesmo tempo daremos subsídios para entender e dominar o jogo cênico da palhaçaria, de forma que, uma vez conquistado o ‘estado clown’, o ator palhaço consiga contar uma história com linguagem e universo próprios”, adianta o Nuñez.

Como forma de exercitar o que for aprendido na oficina, os participantes irão apresentar no dia 15 de fevereiro um “ClownBARÉ”, espetáculo de cenas curtas ao estilo dos cabarés circenses. A apresentação também será no espaço Caminhos da Arte, a partir das 18h.

Para aprofundar o intercâmbio artístico, alunos de artes cênicas de Manaus poderão se inscrever para serem “anjos” durante todas as atividades do “Maloca dos Palhaços”. Os selecionados vão dar apoio e acompanhar os convidados nacionais, de modo a facilitar a integração deles com a comunidade local. Mais informações e inscrições no link https://forms.gle/2kWmPY3JgeKNTiLf9.

ESPETÁCULOS

O novo circuito do “Maloca de Palhaços” também contará com apresentações de espetáculos de palhaçaria, alguns inéditos em Manaus. A programação começa com “Palhaço de La Mancha”, da Cacompanhia (AM), e “Bom apetite”, da Casa do Palhaço (SC). Confira a agenda:

“Palhaço de La Mancha” – 13 de fevereiro, às 19h, Largo São Sebastião

Em uma cidade na Amazônia, vive uma trupe de palhaços cujas almas são fartas de sonhos, mas uma mixaria de corpos e bens. Pãobolo, Caco, Numadi e Sininho são seus nomes. Ao lerem livros de Miguel de Cervantes, eles acabam se esquecendo de suas atividades cotidianas e perdem o juízo, saindo por aí como artistas de rua e contando a história de um tal palhaço de La Mancha. Direção de Jhon Weiner de Castro e elenco formado por Francine Marie, Jean Palladino, Richard Harts e Stephane Bacelar.

“Bom apetite” – 14 de fevereiro, às 20h, Teatro da Instalação

Neste espetáculo, o ator Pepe Nuñez faz um mergulho na arte do ator cômico. Reelaborando cenas e situações clássicas dos cômicos populares e usando recursos da tradição cômico-circense, este palhaço com nariz vermelho e um estilo franco e descontraído convida o público a participar ativamente das cenas, compartilhando sempre o lado ridículo e inocente do ser humano. No “cardápio” da peça tem música, mágica, malabarismo, jogos coletivos e, naturalmente, muito humor.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.