ÚLTIMAS NOTICIAS

Temer diz que não voltará a concorrer em eleições

O ex-presidente Michel Temer (MDB) anunciou que não irá mais participar de eleições –nem mesmo para eventual tentativa de voltar à Presidência. “Já fui tudo”, disse o emedebista em entrevista publicada neste sábado (15.fev.2020) ao Uol.

Michel Temer assumiu a Presidência da República em 2016, após impeachment de Dilma
Foto: Divulgação / RDC

Ao fazer uma breve autoavaliação de seu período na Presidência, Temer mencionou como 1 arrependimento conversa mantida com Joesley Batista em 7 de março de 2017, no Palácio do Jaburu. O empresário gravou 1 encontro particular com o então presidente, fora da agenda oficial, abrindo uma crise que quase derrubou o sucessor de Dilma Rousseff.

“Acho que me arrependi de receber esse sujeito. Embora não tivesse a menor ideia, embora recebesse muitos [empresários]. Porque, as vezes, a pessoa diz assim: ‘Mas você recebeu às dez e meia da noite’. Meu caro, você acha que o presidente trabalha das 8 até 6 horas da tarde?”, comentou.

Michel Temer já foi preso por conta de ações da operação Lava Jato. A 1ª vez, em março de 2019, por suspeita de ter recebido propina no valor de R$ 1,1 milhão em contrato com a Eletronuclear, a estatal responsável pela construção de Angra 3.

Solto após 4 noites na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, o ex-presidente voltou a ser preso 2 meses mais tarde, sob suspeitas de corrupção passiva, desvio de dinheiro público e lavagem de dinheiro. Na entrevista ao Uol, o ex-presidente disse que vai provar sua inocência.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.