ÚLTIMAS NOTICIAS

Acusado se entrega e confessa ter matado empresária Jaiane Nogueira

A Polícia Civil do Pará confirmou no fim da manhã deste domingo (8) que um suspeito de envolvimento na morte da empresária Jaiane Nogueira Molinari, na última sexta-feira (06) no município de Cametá, procurou a sede da Superintendência do Baixo Tocantins, em Abaetetuba, e se entregou. A polícia diz que, durante depoimento, o acusado Josias Machado dos Santos confessou o crime. Josias já tem passagem pela polícia por crimes de violência sexual e responderá por feminicídio.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As investigações contaram com o apoio dos policiais da Delegacia de Cametá, da Superintendência do Baixo Tocantins, da Divisão de Homicídios e do Grupamento Tático Operacional.

A Polícia Civil informou ainda na noite deste sábado (7) que já havia identificado o suspeito de envolvimento na morte da empresária Jaiane Nogueira Molinari. De acordo com as investigações, o celular da vítima foi roubado. Depoimentos de parentes da empresária ajudaram a polícia. Imagens de câmeras de segurança também foram analisadas. Os policiais faziam diligências para localizar o suspeito, que era considerado foragido.

Conhecida empresária de Cametá, Jaiane Nogueira Molinari, de 34 anos, foi achada morta dentro de sua loja no centro do município no final da manhã de sexta-feira (6). O crime chocou os moradores da cidade, já que a empresária era muito popular no município, conhecida por seu envolvimento com venda de roupas e em produção de eventos.

Segundo o 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a mulher foi encontrada morta dentro do banheiro de sua loja na rua 23 de Novembro, no centro da cidade. Também conhecida como Jaiane Cruz, mesmo nome de sua loja, populares ainda tentaram socorrê-la ao acionar uma ambulância do Resgate (193) do 22º Grupamento Bombeiro Militar, mas, quando chegaram ao local, confirmaram a morte dela.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.