ÚLTIMAS NOTICIAS

Força-Tarefa do Governo mantém assistência às famílias que permanecem no Monte Horebe

Mesmo após o término dos trabalhos de cadastramento das famílias do Monte Horebe, as equipes do Governo do Estado continuaram, neste sábado (07/03), dando assistência aos moradores da área de desocupação. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO 

Vinte caminhões baú e 60 carregadores foram disponibilizados para auxiliar nas mudanças das famílias. Além disso, caminhões-pipa também foram deslocados para fornecer água aos moradores que ainda permanecem no local. A previsão para o início do pagamento do auxílio-moradia, no valor de R$ 600, é esta semana, segundo a secretária de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Caroline Braz. 

“Estamos fazendo um cruzamento de dados para saber quais as famílias realmente necessitadas. O mais importante foi a gente fazer uma reintegração de posse diferente, onde primeiro se ouviu essa demanda social para que nenhuma família fosse prejudicada”, explicou a secretária. 

Entre segunda-feira (02/03) até a tarde deste sábado (06/03), o Governo do Estado contabilizou 2.081 famílias que formalizaram os acordos que asseguram o pagamento do auxílio-moradia. Levantamento apontou 2.340 imóveis que possuíam famílias, mais de 1.400 imóveis foram demolidos por não ter qualquer pessoa residindo e 209 famílias receberam apoio de transporte para a mudança.

Nesta semana, a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) manterá o atendimento das famílias, recebendo quem foi cadastrado na fase de identificação dos imóveis mas ainda não formalizou o termo de acordo. A DPE-AM informou que esse atendimento será a partir da quarta-feira que vem na Defensoria Pública de Atendimento Coletivo, localizada na rua 24 de Maio, nº 321, Centro. 

Reunião - Na manhã deste sábado (07/03), os secretários de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates; Assistência Social, Márcia Sahdo; e de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, Caroline Braz, receberam, junto com o comandante da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, uma comitiva formada pelo deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, José Ricardo, o ex-senador João Pedro e representantes de movimentos sociais, como o Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLP), a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag) e Arquidiocese de Manaus. 

Em reunião na Escola Municipal Zilda Arns Neumann, os gestores sanaram os questionamentos feitos pela comitiva sobre o cadastramento das famílias, mudanças e demolição das casas desocupadas no Monte Horebe, além de reforçarem o trabalho integrados entre as secretarias.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.