Últimas

Guma exibe fotos inéditas antes de sua fama

Nesta tarde de quinta-feira (18), uma personalidade muito conhecida e querida pelos amazonenses, surpreendeu os internautas com revelação de fotos jamais vistas, de sua carreira antes da fama.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Popularmente conhecido como "Guma", Gelson Albuquerque, publicou em suas redes sociais que foi a primeira pessoa com nanismo a trabalhar no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes de Manaus - AM, há 18 anos atrás.

Guma escreveu para o portal, Nos Bastidores: "Hoje a minha #tbt vai a homenagem a empresa Companhia Gol Linhas Aéreas que nesse mês de junho completou 18 anos de serviço no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes."


"Vale ressaltar em Agosto de 2006, recebi um convite de um Grande Amigo David Lindoso que na época era Despachante Técnico (Responsável por balancear os pesos das bagagens, cargas e combustível da aeronave), e nesse convite fui participar de uma SELEÇÃO que no dia tinha 600 pessoas só três pessoas passaram. Eu, o Marco Antônio e a Tatiane Bonfim", continuou.

"Logo de cara quando chegou minha vez apresentar o meu antigo Gerente Marcelão da Base MAO disse: 'Quero você no meu Times de Águias'. Fui para São Paulo passar uma semana em treinamento e voltei para começar a trabalhar. Comecei a trabalhar como Auxiliar de Aeroporto. Nesse posto a minha missão era auxiliar as pessoas para fazer o Check-in", contou.

"Depois de um tempo fui promovido para Agente de Aeroporto que esse cargo foi sufoco para se conquistar esse cargo. Troquei de posto fui para o Setor de Bagagens o famoso LL. Esse setor era muito tranquilo e turbulento em alguns voos que chegava com destino final Manaus. Um coisa boa do aeroporto é que todos os dias eram diferentes.
Tinha dias que os voos estavam tudo no horário, atrasados, cancelados e passageiro que chegava atrasado querendo embarcar. Quando ficava no posto de encerramento de check in, procurava e usava o bom senso para ajudar o passageiro a não perder o voo ou transferir para outro voo", escreveu.

Contou também que esteve presente no aeroporto dirante um acidente aéreo: "Estava trabalhando no dia do Voo 1907 sofreu acidente aéreo. Nesse dia o nosso trabalho foi tudo perfeito, sem nenhuma confusão no Check in, eu estava na organização das filas de cada voo. Na fila do Voo 1907 com destino a Brasília (BSB) estava lotado a fila, cheio de grupos de pescadores todos alegres falando que fulano pegou um tucunaré grandão que estava levando para mostrar para família. Nesse dia me marcou muito a vida ver todo mundo embarcando e depois de algumas horas saber que nunca ia ver essas pessoas por causa do acidente.

Depois disso teve a crise da aviação, onde descobriram radar tinha algumas interferência e disseram que não sabiam o perigo".

"Depois disso veio a copa do mundo aqui no Brasil e veio a tão sonhada reforma do aeroporto de Manaus. Ante da reforma em 2012 pedir para sair, fiquei um tempo parado e recebi o convite para vim trabalhar emissora de televisão. Um dia eu conto essa história kkkķkk", finalizou.

Após ficar um tempo afastado da programação da TV Acrítica desde dezembro de 2019, Guma retornou ao programa "Alô Amazonas", e ocupa o cargo de produtor, repórter e assistente de palco do telejornal, líder em audiência das tardes.

Fonte: Nos Bastidores AM

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.