Últimas

LBV entrega kits de material escolar a crianças indígenas da etnia Warao

A pedido da Agência da ONU para Migrantes e Refugiados (ACNUR), a Legião da Boa Vontade (LBV) entregou 150 kits de material escolar para as crianças como um incentivo para que continuem os estudos em casa e também 50 kits de limpeza e higiene para as famílias.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As doações da LBV foram entregues para Nayana Góes, coordenadora e advogada do Instituto Mana, Felipe Irnaldo, assistente de informação pública da ACNUR e Ana Maria Carvalho, assistente social e coordenadora no Acolhimento Warao, no Departamento de Proteção Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social que fazem o acompanhamento das famílias, que se encontram nos cinco abrigos indígenas em total isolamento social. O acesso é feito somente por técnicos diretamente envolvidos nas atividades diárias e as famílias ficam sob os cuidados da Secretaria Municipal de Assistência Social de Manaus. 

Socorro às famílias amazonenses afetadas pela pandemia 

Por meio de sua campanha LBV — SOS Calamidades, a Legião da Boa Vontade continua socorrendo às populações mais vulneráveis afetadas pela pandemia do novo coronavírus em todas as regiões do país. Além de amparar as famílias em vulnerabilidade social atendidas em seus serviços e programas socioeducacionais, a LBV também está auxiliando famílias em risco alimentar amparadas por organizações parceiras, oferecendo a elas cestas de alimentos e kits de material de limpeza e higiene, além de outros itens essenciais à sobrevivência para que não passem fome e se previnam da Covid-19. 

A ação emergencial da LBV já entregou mais de 300 toneladas de doações beneficiando milhares de famílias em 94 cidades nas cinco regiões do país e impactando mais de 40 mil pessoas. 

A ajuda da LBV chegou ao Distrito de Cacau Pirera, em Iranduba, no Amazonas e também para famílias que residem às margens do Rio Capitari, no município de Careiro da Várzea. Em Manaus foram beneficiadas famílias da comunidade Santa Inês, no bairro Jorge Teixeira, Vila da Felicidade, no bairro Mauazinho, abrigos para migrantes venezuelanos no bairro Parque 10, comunidade indígena Nova Esperança, da etnia Kokama, atendidas por Instituições parceiras no bairro Cachoeirinha e Colônia Antônio Aleixo. Até o fim deste mês de junho, serão entregues 850 cestas de alimentos não perecíveis, 400 kits de limpeza e higiene e ainda 150 kits de material escolar. 

Por tudo isso, a Solidariedade não pode parar. Ajude a LBV a ajudar mais famílias nesse momento de desafio coletivo. Como a união e ajuda de todos podemos fazer mais. Acesse lbv.org e faça a sua doação! 

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.