Últimas

Técnico de basquete que se vestiu de Hitler será investigado pelo Ministério Público

O treinador de basquete, do interior paulista, Rinaldo Rodrigues fez um publicação em seu Instagram na qual aparece vestido com uniforme nazista e um bigode semelhante ao usado pelo ditador Adolf Hitler. Com isso, o Ministério Público abriu um inquérito para investigar o caso.

Técnico de basquete Rinaldo Rodrigues
Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Segundo a promotora Helena Calado Tonelli, o técnico e gestor da Liga Sorocabana de Basquete (LSB) será investigado pelo crime de divulgação de nazismo, conforme a Lei 7.716/1989, sobre penas para as condutas de racismo e preconceito. O crime prevê prisão de dois a cinco anos e multa, conforme apuração do G1.

Rinaldo se desculpou pela atitude após a repercussão negativa do ato e disse que estava brincando por meio de uma montagem. Além disso, ele ressaltou que “não compactua e é absolutamente avesso a qualquer tipo de discriminação racial ou mesmo de apologia ao nazismo”.

Ao portal, a defesa de Rodrigues informou nesta sexta-feira (19) que não tem conhecimento de qualquer investigação sobre o episódio.

“Por fim, novamente, viemos publicamente dizer que Rinaldo Rodrigues nunca praticou, induziu ou ainda incitou qualquer ato discriminatório ou preconceituoso relativo a raça, cor, etnia ou religião. Novamente, pede perdão para toda a comunidade judaica pelo ocorrido”, completou a defesa do técnico.

Como consequência da postagem, a Federação Israelita de São Paulo se pronunciou por meio de nota e disse que “não toleraria ‘brincadeiras’ com temas tão sensíveis para eles”.

A Confederação Brasileira de Basketball (CBB), considerou a publicação “abominável, de lesa humanidade e que vai completamente contra os valores da confederação”.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.