Últimas

Obras de novas estações de transferência avançam e paradas de ônibus são temporariamente remanejadas

A partir desta quarta-feira, 15/7, sete plataformas para atendimento ao transporte coletivo situadas no canteiro central das avenidas Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira serão desativadas para o avanço das obras das novas estações de transferência, que integram as ações da Prefeitura de Manaus para reestruturação do sistema.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Durante a desativação temporária, os ônibus mantêm o trajeto normal nessas avenidas e vão atender os passageiros em paradas da faixa à direita.

De acordo com o diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Francisco Bezerra, a transferência temporária das paradas é necessária para a melhoria da mobilidade urbana na cidade. “As ações do prefeito Arthur Neto vão mudar para melhor, definitivamente, o atendimento aos usuários de ônibus de Manaus. Durante as obras, as paradas mudam temporariamente de lugar, para assegurar o embarque e desembarque dos passageiros. O isolamento das plataformas também vai dar mais segurança ao trânsito nessas avenidas”, explicou.

Serão desativadas as plataformas centrais em frente à Arena da Amazônia, nas proximidades do conjunto Santos Dumont e a em frente à antiga empresa Philips. Na avenida Max Teixeira, também serão interditadas quatro plataformas situadas no trecho entre a avenida Torquato Tapajós e avenida Francisco Queiroz, via principal de acesso para o conjunto Manoa.

As estações Arena, Santos Dumont e Parque das Nações seguirão os moldes da estação São Jorge, que integra o complexo viário Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery. As novas estruturas vão ampliar o atendimento do transporte coletivo e dar mais agilidade no embarque e desembarque aos usuários do sistema. As demais plataformas serão reativadas após o término dos serviços.

Confira as mudanças

Na avenida Max Teixeira, as linhas 300, 357, 448 e 640 que faziam parada nas plataformas centrais passarão a atender os passageiros nas paradas do lado direito da via. Da mesma maneira, nas avenidas Constantino Nery e Torquato Tapajós, as linhas 208, 300, 324, 326, 356, 357, 448, 454, 500, 560 e 640 também irão atender na faixa à direita das vias. Já as linhas que faziam parada na plataforma Arena passarão a atender na plataforma do Hemoam, em virtude da faixa exclusiva do transporte coletivo.

Ainda na Constantino Nery, haverá a desativação do ponto de parada (sentido Centro/bairro) em frente ao hospital da Unimed e reativação do ponto de parada localizado após a Igreja de São Geraldo. Haverá também a reativação do ponto de parada (sentido bairro/Centro) em frente ao ginásio René Monteiro, além da desativação do ponto de parada (sentido bairro/Centro) localizado nas proximidades da Igreja Universal. O ponto de parada em frente ao colégio Preciosíssimo Sangue será reativado.

Na Torquato Tapajós, ocorrerá a desativação do ponto de parada (sentido Centro/bairro) localizado próximo ao supermercado Baratão da Carne. Dessa forma, será implantado um abrigo nas proximidades do bar Cidade Okê (sentido bairro/Centro) e desativação dos pontos localizados na praça e antes da entrada do conjunto Santos Dumont.

Quanto à avenida Max Teixeira, estão previstas as seguintes mudanças: implantação de pontos de parada localizados nas proximidades da plataforma do Colégio Militar (sentido bairro/centro e Centro/bairro), e no lado oposto ao frigorífico Vitello (sentido Centro/bairro); implantação de ponto de parada (placa), após a entrada do Vitello (sentido bairro/Centro).

O IMMU dispõe do telefone (WhatsApp) (92) 98802-3504 para receber reclamações de usuários em caso dúvidas ou sugestões no atendimento do transporte coletivo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.