Últimas

Plataformas digitais com foco na gestão ambiental são apresentadas em webconferência realizada pelo TCE-AM

Na webconferência ambiental realizada pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), na manhã desta sexta-feira (17), foram apresentadas duas plataformas digitais focadas na gestão ambiental.


Tratam-se do “Sou Eco”, aplicativo idealizado pela Corte de Contas e produzido em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e da plataforma Atlas ODS Amazonas, criado pela Universidade Federal do Amazonas.

O professor Fábio Cardoso, da UEA, apresentou a nova versão do aplicativo “Sou Eco”, que foi lançado no final do ano passado. Além de correções no sistema, o aplicativo agora conta com novas funcionalidades, como o armazenamento de denúncias para serem enviadas posteriormente.

“O desafio do desenvolvimento do aplicativo foi uma oportunidade imensa da UEA, em parceria com o TCE-AM, de cumprir seu papel na busca de soluções aos principais problemas na área ambiental do Amazonas”, disse.

Idealizado para colaborar na maior defesa e preservação do meio ambiente, o aplicativo “Sou Eco” visa popularizar o canal de denúncias de infrações, crimes ambientais e má prestação de serviços públicos. Por meio dele, o cidadão pode enviar à Corte de Contas fotos e georreferenciamento da denúncia, que irão contribuir para uma fiscalização mais eficaz dos órgãos competentes.

Ele pode ser baixado na Google Store dos celulares com sistema Android. Já para os celulares iOS, a previsão é de que o aplicativo esteja disponível na App Store a partir da próxima semana.

Atlas ODS Amazonas

O Atlas ODS Amazonas busca localizar e territorializar a agenda 2030 da ONU, metas e indicadores, contribuindo para a revisão e monitoramento das 175 metas nacionais dos ODS, localizado para os municípios amazonense.

A plataforma interativa de dados pode ser acessada por meio do link https://www.atlasodsamazonas.ufam.edu.br/parceiros. Nela, o usuário pode acessar o município desejado, visualizando cada indicador específico de cada um com base nos dados apurados pelos estudos do próprio Atlas.

Na plataforma também é possível consultar boletins com compilados específicos de determinados temas, além dos Índices de Efetividade de Gestão Municipal (IEGM), disponibilizado pelo TCE-AM.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.