Últimas

Rio tem menor número de mortes violentas intencionais desde 1998

O estado do Rio de Janeiro registrou, no primeiro semestre deste ano, 1.987 mortes violentas intencionais, que incluem homicídios dolosos, roubos seguidos de morte e lesões corporais seguidas de morte. De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), vinculado ao governo do estado, esse é menor resultado para um primeiro semestre desde 1998.

Cristo Redentor RJ
Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os dados divulgados hoje (16) também mostram que as mortes provocadas por policiais supostamente em confronto chegaram a 775 nos seis primeiros meses do ano, 12% a menos do que o mesmo período do ano passado.

Também foram observadas quedas de 36% no roubo de cargas e no roubo de veículos e de 42% no roubo de rua.

Violência doméstica

De acordo com o ISP, durante o período de quarentena devido à pandemia da covid-19, de 13 de março a 30 de junho deste ano, houve uma redução nos registros de ocorrência da violência contra a mulher, de 58,6% nos casos de violência moral, 56,7% em violência patrimonial, de 51,5% em violência psicológica, de 41,8% em violência sexual, de 40,2% em violência física e de 41,6% em Lei Maria da Penha.

No período analisado, apesar da queda dos registros gerais aumentou a proporção dos crimes ocorridos dentro de casa: 67,2% das mulheres vítimas de Violência Física (ante 60,3% em 2019) e 68% de Violência Sexual (ante 57,4% em 2019) foram vitimadas dentro de casa.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.