NEWS BLITZ

Sobre o retorno precipitado das aulas presenciais nas escolas públicas do amazonas

Hoje, 28/07/20, fomos nefastamente surpreendidos com a notícia macabra, dada pelo Governador do Estado do Amazonas, Sr. Wilson Lima, de que os professores da rede pública estadual de ensino terão que retornar ao trabalho presencial nas escolas da Seduc no próximo dia 03/08. E que os alunos terão de retornar no dia 10/08.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A nefasta surpresa se deu porque o Secretário da Educação, Sr. Luiz Fabian, jurou para a Diretoria do Sindicato, em reunião realizada no dia 24/07/20(sexta-feira passada), que o Governo ainda não tinha nenhuma data definida para o possível retorno das aulas presenciais. Vimos agora que o Sr. Secretário deve ter sido enganado pelo Governador ( ou o Sr. Secretário estava nos enganando, o que é mais provável).

Infelizmente, o Plano de Retorno apresentado pelo Governador é falho e coloca em risco de contaminação e morte à todos da comunidade escolar. 

Nós do AspromSindical dissemos isso ao Sr. Luiz Fabian na reunião do dia 24, quando demonstramos que faltava( e ainda falta) no Plano às condições básicas que Seduc deveria ter resolvido, e não resolveu, para que se pudesse falar em planejar o retorno das aulas presenciais. 

Nós exigimos que no Plano devia constar as reformas de todas as janelas das salas de aulas e das salas de professores (para permitir a perfeita circulação de ar natural dentro destes espaços, condição básica de segurança determinada pela OMS); a testagem em massa de trabalhadores e alunos sem a utilização de testes rápidos ( para detectar principalmente os contaminados assintomáticos) e o estabelecimento de um rígido controle do poder público sobre o transporte coletivo urbano (para evitar a contaminação de professores e alunos que, obrigatoriamente, utilizarão o ônibus como meio de transporte para as escolas).

E antes de tudo isso era necessário que a pandemia da Covid19 estivesse, absolutamente sob controle. O que não é o caso, nem mesmo na Capital. Ao contrário, temos assistido diariamente o aumento do contágio e das mortes.

Diante desta decisão genocida do Governador, o Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus se vê obrigado a convocar à categoria para discutir a possibilidade de aprovar o

INDICATIVO DE GREVE

A discussão se dará em Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no dia 01/08/20, a partir das 8:30h, na Praça Heliodoro Balbi ( Praça da Polícia), no Centro de Manaus. 

Apelamos aos pais e responsáveis por alunos da rede estadual de ensino que não atenda aos desejos insanos do Governador, e não permita que seu filho venha entrar nesta fúnebre estatística dos que já foram contaminados ou morreram pela Covid19. 

Ainda não é seguro retornar com as aulas presenciais! 

Diga não ao retorno precipitado!

Nossas vidas valem mais que qualquer ano letivo.

Nossas vidas importam!

A DIRETORIA.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.