Últimas

UNICEF e Águas de Manaus se unem para levar itens de higiene e limpeza a mais de 7 mil pessoas vulneráveis em Manaus

Responsável pela produção de um item essencial no combate ao coronavírus, a água tratada, a concessionária Águas de Manaus vem promovendo uma série de ações para minimizar os efeitos da pandemia de Covid-19 na cidade, através de parcerias com o poder público e organizações da sociedade civil.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Neste mês de julho, a empresa une forças com o UNICEF, em uma ação que levará produtos de higiene, limpeza e informações sobre prevenção para a população da cidade.

Mais de 7.195 pessoas estão recebendo kits de higiene nesta semana, através da parceria da Águas de Manaus com o UNICEF. São milhares de unidades de sabonetes e álcool em gel, além de produtos como sabão em pó, sabão líquido, água sanitária, máscaras de tecido, entre outros. Junto com os kits, estão sendo entregues folhetos com orientações às famílias sobre como se prevenir da Covid-19 e cuidar das crianças e dos adolescentes. Esse esforço conjunto tem como objetivos contribuir para a prevenção e o controle da Covid-19 e mitigar os impactos na vida dos que mais precisam.

Os kits de higiene começaram a ser distribuídos na quarta-feira (08), para moradores das áreas alagadas de Educandos. Colaboradores da concessionária e do UNICEF atuaram na distribuição dos itens na comunidade. Até o fim da semana, moradores do beco Nonato (Cachoeirinha), famílias venezuelanas e instituições como a casa Mamãe Margarida, abrigo infantil Monte Salém, abrigo Nascer, Associação Pequeno Nazareno, abrigo Moacir Alves, Desafio Jovem, Coração do Pai, Lar das Marias, Acolhimento Oasis, Comunidade Nova Aliança, Vida Alegre, Movimento Vida e Esperança, Instituto Solidário pela vida e Pastoral Saber da Luz também receberão os kits.

O diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Medicis, destaca que a empresa construiu uma boa relação com a cidade em dois anos de atuação na capital amazonense. Por isso, não poderia deixar de fazer sua parte durante a pandemia. “Entendemos que a água tem um papel fundamental na batalha que o país e o mundo ainda travam contra a doença. A Águas de Manaus tem feito o que está ao nosso alcance para que a população tenha acesso a água tratada e possa atravessar esse período. E graças a parceiros como o UNICEF, poder público e lideranças comunitárias, estamos indo além, doando EPI´s, alimentos e kits de higiene. Todos devem fazer sua parte para que a gente consiga vencer o coronavírus”, disse.

Morador do bairro há mais de 30 anos, Francisco Dourado, 57, foi beneficiado com um dos kits. Ele divide a casa com outras três pessoas e reconhece a importância dos produtos no dia a dia. “Estou morando com minha irmã e tomando todos os cuidados para evitar o coronavírus. O kit vai ajudar bastante na prevenção. Graças a Deus, fomos beneficiados com essa doação. Fico muito agradecido pelo fato da Águas de Manaus e o Unicef terem essa preocupação de olhar pela gente”, disse o auxiliar de pedreiro.

A diarista Maria da Conceição, 49, mora no beco da Bomba, em Educandos, há 35 anos. Para ela, o kit não poderia vir em melhor hora. “Trabalho com limpeza e tenho visto muita coisa sobre a importância de se manter a higiene para evitar o coronavírus. Hoje, tenho nove pessoas morando em minha casa, entre filhos e netos. Posso garantir que vamos fazer um bom uso desse kit. Veio na hora certa. Recentemente, a Águas de Manaus passou pelo beco, arrumou todas as ligações. A gente só pode agradecer”, afirmou.

A chefe do escritório do UNICEF em Manaus, Debora Nandja Madeira destaca que a instituição vem atuando em várias frentes contra a pandemia na capital amazonense. “O trabalho do UNICEF neste momento visa contribuir para mitigação dos efeitos mais graves da pandemia, ou seja, em parceria com o setor privado e organizações não governamentais, fazer chegar a quem mais precisa itens de higiene e informações sobre cuidados para prevenção contra a Covid-19. Mas não só isso, também estamos trabalhando sem parar junto aos governos para que as políticas essenciais, como pré-natal, vacinação e outros não sejam interrompidas”, afirma. Até o momento, 161.796 pessoas de famílias em situação de extrema vulnerabilidade na capital Manaus e em comunidades indígenas e quilombolas nos municípios do interior do estado receberam itens fundamentais para a prevenção contra o novo coronavírus através de parcerias realizadas entre o UNICEF, entidades privadas e poder público. No Brasil inteiro, até o fim de julho, mais de 1,7 milhão de pessoas devem ser beneficiadas pelo UNICEF em ações semelhantes as desenvolvidas com a Águas de Manaus nesta semana.

UNIVERSALIZAÇÃO - A Águas de Manaus e o UNICEF lembram que ter acesso a itens críticos de higiene e limpeza é um direito de cada criança, adolescente e família diante da epidemia da Covid-19. Além de os problemas trazidos pela pandemia, o Brasil já enfrenta sérios desafios relacionados a acesso a água, higiene e saneamento. Em todo o País, 100 milhões de pessoas não têm acesso à coleta e ao tratamento de esgoto e 35 milhões não possuem água tratada.

A falta desse acesso é pior entre famílias de baixa renda e para os cerca de 13 milhões de pessoas que vivem nas periferias urbanas e favelas. Desde que passou a atuar na cidade, a Águas de Manaus desenvolveu um olhar para esta parcela da população. Através do programa “Vem com a Gente”, a empresa já implantou mais de 40 quilômetros de redes de água em áreas de vulnerabilidade que não contavam com abastecimento regular, como becos e palafitas, beneficiando mais de 30 mil pessoas. Além disso, a empresa cadastra os moradores destas regiões na tarifa social, benefício que garante 50% de desconto nas faturas. Os becos onde os kits foram distribuídos no Educandos e na Cachoeirinha já receberam os trabalhos da concessionária. 

UNIÃO DE FORÇAS – Desde o início da pandemia de Covid-19, a Águas de Manaus tem promovido ações para combater a disseminação da doença. Através de parceria com a Prefeitura, a empresa instalou 14 pias em espaços públicos como as praças da região central para possibilitar que pessoas em situação de rua reforcem a higiene e, assim, também evitem a propagação do novo coronavírus. A concessionária também efetuou a doação de mais de 60 mil itens como EPI´s (máscaras N95, máscaras cirúrgicas, luvas e aventais descartáveis) e copos de água para profissionais que atuam em unidades de saúde do Governo e da Prefeitura.

A empresa também doou cestas básicas para a Fundação Doutor Thomas em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e ajudou a confeccionar e doar cerca de 4 mil máscaras de tecido para a Associação das Donas de Casa do Amazonas (Adcea).

A entrega de doações também faz parte da resposta do UNICEF à Covid-19, mas a estratégia não se limita a isso. Ao mesmo tempo em que busca responder às necessidades emergenciais de crianças, adolescentes e suas famílias, o UNICEF tem trabalhado em ações estruturais de longo prazo para minimizar os efeitos da pandemia na vida de meninas e meninos, e garantir direitos. Entre as ações, destacam-se o fornecimento de informação à população em geral, em especial grupos mais vulneráveis, com a distribuição de orientações de prevenção da doença em diversas mídias; o trabalho com governos nos níveis federal, estadual e municipal, empresas e sociedade civil para diminuir o impacto da crise nos serviços de saúde, educação, assistência social e proteção contra a violência de meninos e meninas; e o apoio à saúde mental de adolescentes e o monitoramento da situação e o impacto social da pandemia para produzir evidências em apoio a políticas e ações.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.