Últimas

VEJA VÍDEO: Moradores de uma comunidade na Zona Norte de Manaus, estão há 20 anos a espera de serviços prioritários

Moradores de uma comunidade sem nome que faz fundo com o Condomínio Vivenda da Cidade, na Colônia Santo Antônio, Zona Norte de Manaus, entraram em contato com nossa equipe via WhatsApp para denuncia o descaso e a falta de infraestrutura.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com informações os moradores estão a mercê, toda agua de esgoto que ecoa do condômino acaba prejudicando, alagando e por fim derrubou uma casa de uma das moradoras. 

Outras informações dão conta que o tubo que joga a agua do esgoto ao ecoa na comunidade sem nome, acaba prejudicando os moradores. Cerca de aproximadamente 40 casas estão instaladas no local, sem esgoto, infraestruturas e outros serviços obrigatório. 

O morador Fabricio Maitê, 27, auxiliar de serviços gerais, informou a nossa equipe que a casa dele não é atingida com as alagações, mas fica triste com descaso que vem acontecendo e ninguém toma uma providência. 

“Seria muito bom se viesses os serviços de utilidade pública para nossa comunidade, teríamos o maior prazer em pagar nossos impostos, queremos postes, esgoto, saneamento, energia e agua, disse uma moradora que não quis se identificar. 

Ainda de acordo com Fabricio a comunidade completou 20 anos de existência, e desses 20 anos, Fabrício mora há 10 anos e afirmou que sempre alaga o local aonde moram, e nunca tiveram ajuda do poder público. 


Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

 “Eu fico muito triste com realidade em que meus amigos e vizinhos passam em época de chuva, as casas sempre alagam e com isso ficam sempre no prejuízo. Outra tristeza que assola meu coração é que todo esgoto que vem do condômino cai em nossa comunidade e sempre somos contaminados com o mal cheiro e resto de imundice que cai em nossa rua. Já estamos cansados de pedir ajuda e ninguém nos ouve”, finalizou o auxiliar de limpeza, Fabricio Maitê. 

Ainda de acordo com os moradores além da falta de infraestrutura: como esgoto, sarjetas, asfaltos, eles também sofrem com a falta de energia elétrica e agua que ainda não chegou na comunidade. Esses serviços prioritários são usados pelos moradores como “gatos”, mas que a comunidade teria o maior prazer em ter os serviços e claro pagar por eles.






VEJA VÍDEO



Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.