Últimas

Com passagem em Portugal, Pinho é o grande reforço do Sul América para o Porto International Cup



A equipe sub-18 do Sul América se prepara para o Porto International Cup, nos dias 2, 3 e 4 de outubro, em Portugal, mas conta com um grande reforço. O amazonense Pedro Henrique Silva de Pinho, 17 anos, que atua de meia, já tem uma boa experiência no futebol europeu. 

                                                   Foto: Divulgação/ BLITZ AMAZÔNICO  

Pinho, como é conhecido, iniciou no Salgueiro, e jogou campeonatos amadores, pelo Clube Desportivo de Portugal e no Grupo Desportivo Aldeia Nova, ambos da cidade de Porto. O atleta morou um ano na Europa com seu pai, em busca de realizar o sonho de ser um jogador profissional.

Com dificuldades de jogar em campeonatos oficiais, devido os tramites da documentação para estrangeiro, Pinho, disse disputou cerca de nove competições não oficiais, mas todas com bom nível técnico. Para ele, é importante passar tudo isso a toda equipe.

"Esse um ano vivi uma experiência boa em Portugal. Aprendi muitas coisas, e com isso, posso compartilhar com meus companheiros de equipe esses conhecimentos. Também tive jogos contra times que irão disputar a competição. Tomara que tudo isso possa ajudar o Sul América", comentou, mas ressaltou.

"Já tive algumas conversas com o professor (treinador), explicando as táticas que os outros clubes mais utilizam, falando sobre os jogadores que estarão presentes no torneio, além do impacto do clima e o fuso horário, onde nossa equipe deve sentir".

De acordo com Pinho, não tem como definir a satisfação e orgulho de representar o futebol amazonense, mas em especial o futebol do Brasil na Europa. Para ele, será um momento único e especial, pois já jogou em Portugal, mas por equipes de lá e não do futebol amazonense.

"A emoção é muito grande, pois iremos representar nosso país e o Amazonas em um campeonato internacional. Porém, temos que ter concentração e não sentir a pressão, pois são coisas que abalam o psicológico de todo jogador, até mesmo dos grandes. Tirando essas coisas, eu e meus companheiros estamos muito animados e esperamos trazer esse título para o Brasil", contou o meia, mas deixou claro que pretende retornar ao futebol europeu.

"Sim, ainda pretendo voltar a Portugal e seguir com minha carreira no futebol. Como diz o ditado: “A esperança é a última que morre”, ainda mais quando você luta, mesmo sendo difícil, se obtém o resultado. Isso para mim serve como uma inspiração para nunca desistir e sempre correr atrás do meu sonho", finalizou.


Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.