Últimas

“Ele deu dois tapas na minha cara.”, denuncia cobradora agredida pelo parceiro motorista

A cobradora de ônibus da empresa Eucatur, foi covardemente agredida pelo colega de trabalho nesta noite de terça-feira (4). 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O crime aconteceu no terminal da linha 500, localizado na avenida do Igarapé do Passarinho, na zona Norte de Manaus, onde a dupla trabalha. 

De acordo com a vítima (que não quis se identificar), a confusão começou após ela pedir para o motorista do coletivo parar em um ponto de ônibus para que um senhor, que havia entrado com uma máquina de cortar capim, descesse pela porta traseira do ônibus. Sem atender, o motorista ignorou e parou apenas em outro ponto.

Após o desconforto, a cobradora afirma que tentou dialogar com o motorista para entender a atitude ríspida do profissional. Neste momento, segundo a trabalhadora, ela foi vítima do “parceiro”, que, revoltado pelo questionamento, a agrediu com dois tapas no rosto e agressões que deixaram seu braço machucado.

“Ele deixou marcas no meu braço, me chamou de vagabunda e deu dois tapas na minha cara.”, relatou a vítima durante o registro de Boletim de Ocorrência.

Após gritar, a cobradora passou mal e foi amparada por colegas no ponto final da linha . Em seguida, a cobradora compareceu ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde o caso foi registrado. No local, o motorista chegou a se exaltar mais uma vez, mas dessa vez, com os policiais.

A situação foi controlada e o caso deve continuar sendo investigado pela Polícia Civil do Estado do Amazonas. Ambos foram liberados.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.