Últimas

Maioria dos brasileiros pensa que volta às aulas agravará pandemia, diz Datafolha

A maioria dos brasileiros (79%) pensa que a pandemia causada pelo novo coronavírus vai se agravar com a retomadas das aulas presenciais.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Pesquisa do Datafolha divulgada na noite dessa 2ª feira (17.ago.2020) mostra que os entrevistados preferem que as unidades escolares fiquem fechadas pelos próximos 2 meses.

Dos entrevistados, 59% afirmaram que a volta às aulas presenciais vai piorar muito a situação. Para 20%, vai piorar 1 pouco. 18% disseram que não acham que vai haver efeito na propagação do vírus. Os que não sabem representam 3%.

Para 62% das mulheres, a reabertura vai agravar muito a pandemia. O valor cai para 56% entre os homens.

Entre os mais ricos (que ganham mais de 10 salários mínimos mensais), 73% pensam que as escolas devem ficar fechadas nos próximos 2 meses. As unidades escolares deveriam retomar as aulas presenciais para 23% e 3% não sabem. Dos entrevistados que recebem até 2 salários mínimos mensais, 80% acham que as escolas deveriam permanecer fechadas; 19% acham que elas devem reabrir e 1% não sabe.

O Datafolha ouviu 2.065 pessoas de todo o país em 11 e 12 de agosto por telefone.

“Ainda não estabilizamos o número de casos e não paramos de crescer, por isso, é precipitado anunciar a volta das escolas. Mesmo países que haviam controlado a pandemia tiveram uma 2ª onda de contágio com a retomada das aulas presenciais, imagine o que pode ocorrer aqui”, afirmou à Folha Claudia Costin, ex-diretora de educação do Banco Mundial.

O número total de infectados pelo coronavírus no Brasil chegou a 3.359.570 nessa 2ª feira (17.ago). O total de mortos pela covid-19 é de 108.536.

Luiz Miguel Garcia, presidente da Undime (entidade que reúne secretários municipais de educação), disse ao jornal que “antes de fazer a reabertura, é preciso olhar para a estrutura que temos para reorganizar o processo escolar. São muitas as adaptações que teremos de fazer, muitas regras novas a serem respeitadas para que de fato se diga que a segurança para essa volta”.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.