Últimas

Parceria entre abrigo e Prefeitura de Manaus reforça acolhimento a idosos

Por meio do projeto “Longeviver”, que conta com recursos de fomento disponibilizados por meio do Fundo Manaus Solidária, a Casa do Idoso São Vicente de Paulo, no bairro São Raimundo, zona Oeste, oferece proteção integral e acolhimento de longa permanência a idosos, que possuem vínculos familiares rompidos e fragilizados ou que se encontram em situação de extrema vulnerabilidade.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Fundado em 1980, o abrigo é referência no cuidado voltado à pessoa idosa e, desde 2018, atua com o apoio da Prefeitura de Manaus. A presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, explica que uma das prioridades do órgão é fortalecer e auxiliar na implementação de projetos assistenciais, que atendem grupos que mais necessitam de atenção.

“É com imensa satisfação que auxiliamos as organizações sociais na execução de projetos tão fundamentais para a população da nossa cidade. Felizmente, muitas ações puderam sair do papel, beneficiando uma grande quantidade de pessoas em situação de vulnerabilidade, em várias zonas da capital”, destaca.

Com atendimento psicológico, de enfermaria, e cuidados básicos, o projeto “Longeviver” oferece, atualmente, acolhimento integral a 22 idosos. No local, os residentes possuem acesso a apartamentos individuais, seis refeições diárias e atividades de recreação. A Casa do Idoso São Vicente de Paulo foi uma das 33 Organizações da Sociedade Civil (OSCs) contempladas com o 2º Edital de Fomento do Fundo Manaus Solidária, de 2019, com recursos de R$ 190 mil.

Fortalecimento

O presidente da instituição, João Romão, afirma que diversas melhorias puderam ser realizadas após o início da parceria com a prefeitura. “O fomento veio para fortalecer o nosso trabalho. Por meio dos recursos, nós conseguimos oferecer uma alimentação de melhor qualidade e mais atividades complementares. Além disso, também aumentamos o nosso quadro de cuidadores, o que é fundamental para que a atenção que os idosos recebem seja a melhor possível. Essa parceria fez toda a diferença para nós e para os nossos acolhidos”, afirma.

Geilsa Rodrigues, assistente social da instituição há cinco anos, atua diretamente no atendimento aos internos e conta que, desde que a parceria com a prefeitura foi firmada, pôde acompanhar uma transformação positiva no dia a dia do abrigo.

“O impacto foi muito grande na melhora da qualidade de vida do idoso e de todos os colaboradores. Hoje, temos uma equipe multidisciplinar que tem a possibilidade de planejar todas as atividades e oferecer um atendimento personalizado. Me sinto feliz de participar dessa equipe, pois são profissionais que possuem um olhar especial voltado para as pessoas que atendemos”, comenta.

José Miranda, de 80 anos, é residente da Casa do Idoso São Vicente de Paulo desde 2014 e diz sentir-se abraçado pelos profissionais do local. “Não tenho o que reclamar sobre o atendimento que recebemos. Me sinto muito bem aqui dentro, todos me tratam da melhor forma possível e tenho uma relação muito boa com os outros internos”, salienta.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.