Últimas

PC prende indivíduos pelo crime de tráfico de drogas no bairro Cidade Nova

Nesta sexta-feira (28/08), por volta das 17h, policiais civis da 5ª Seccional centro-sul e do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob coordenação dos delegados Henrique Brasil e Edgar Moura, titulares das unidades policiais, respectivamente, prenderam, em flagrante, Genis Alexandre Costa Marinho, 21, e Wilkson Aguiar Costa, 18, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. As prisões ocorreram na Rua Ulysses Guimarães, Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, bairro Cidade Nova, zona norte da capital.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Segundo o delegado Henrique Brasil, titular da 5ª Seccional centro-sul, a ação foi deflagrada após denúncia anônima feitapor meio do número (92) 99418-6180, onde foi relatado que uma dupla estaria comercializando entorpecentes em uma casa próxima a uma academia.

Diante disso, as equipes policias foram até o local, realizaram campana e perceberam que existiam duas com as mesmas características da denúncia. Após a constatação, foi feita a abordagem do mesmo e verificada a prática ilícita. Os policiais resolveram fazer revista no imóvel, e lá foi encontrada uma quantidade de drogas, o qual ,o segundo indivíduo, assumiu a responsabilidade da posse das drogas.

“Ao todo, com a dupla, foram apreendidas dez porções grandes de oxi, 58 trouxinhas de cocaína, 38 trouxinhas de maconha tipo aluno; além de uma quantia de R$ 737, em espécie. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos dois e eles foram encaminhados à delegacia, onde foram realizados os procedimentos”, explicou Brasil.

Ainda segundo o delegado, em depoimento, a dupla confirmou o comércio ilícito e que haviam adquirido as drogas há aproximadamente dois dias, quando passaram a confeccionar as embalagens para a venda.

Procedimentos – Os indivíduos foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao términos dos procedimentos cabíveis na unidade policial, eles serão encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passarão por audiência de custódia.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.