Últimas

Fundação Lemann destaca ações da educação municipal de Manaus em entrevista da secretária da Semed

O trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), nos últimos cinco anos, bem como o planejamento educacional aplicado na capital amazonense, durante o pico da pandemia do novo coronavírus, foram tema de uma entrevista da Fundação Lemann, com a titular da Semed, a professora Kátia Schweickardt, publicada no site da organização, nesta terça-feira, 1°/9.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

“Manaus dá passos cada vez maiores em áreas essenciais, como a da educação. Saímos de 23º no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, para conquistarmos o nono lugar, com possibilidade de avançarmos ainda mais. Isso se deve a um trabalho comprometido dos nossos valorosos educadores, que tem à frente uma pessoa experiente, que é professora Kátia, que merece esse reconhecimento justo da Fundação Lemann, que é nossa parceira na formação de futuros cidadãos”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

À frente do Programa Avançado de Implementação de Políticas Públicas (APPI) – um projeto de engajamento familiar implantado na rede municipal de ensino, que resultou no convite para se tornar Visiting Lemann Fellow, no Teachers College, da Universidade de Columbia, em Nova York, a secretária da Semed abordou, entre outros temas, o compromisso e engajamento de toda a rede municipal de ensino, em transformar a educação do município, em uma educação de qualidade, conforme as determinações do prefeito Arthur Virgílio Neto.

“O reconhecimento internacional do que estamos fazendo na gestão educacional, em Manaus, se deve à força de um serviço a muitas mãos. Na verdade, é uma gestão compartilhada e somos muito gratos pela confiança que o prefeito Arthur Virgílio Neto deposita no nosso trabalho técnico, que tem melhorado os índices educacionais de Manaus. Todas essas estratégias, além de experiências de gestão, é que permitiram que tivéssemos uma ação rápida durante a pandemia, sem deixar de estarmos focados na construção de um futuro e na garantia da qualidade da educação, apesar de todas as nossas dificuldades”, comentou Kátia, que teve seu perfil de professora, gestora e acadêmica destacado na publicação.

Identificada como “undaunted, an autodidact, a polymath”, que em tradução livre quer dizer “destemida, uma autodidata e polímata”, a secretária falou ainda sobre as crenças que orientam o trabalho dela, sobre Manaus, sobre a relação entre Meio Ambiente e Educação, sobre as ações educacionais durante a pandemia, sobre a experiência dela como Visiting Lemann Fellow, dentre outros.

Manaus foi a primeira cidade do país a implantar o ensino remoto, com o projeto “Aula em Casa”, para manter o fluxo escolar dos mais de 242 mil alunos da rede. O projeto, que é transmitido pela internet e TV aberta, é desenvolvido por meio de parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc). A rede municipal de ensino de Manaus é a terceira maior do país, ficando atrás apenas de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

A Fundação Lemann é uma organização familiar sem fins lucrativos brasileira, que colabora com iniciativas para a educação pública em todo o Brasil e apoia pessoas comprometidas em resolver grandes desafios sociais do país. A publicação, que trata das ações da Semed, terceira maior no país, ficando atrás somente de São Paulo e Rio de Janeiro, está em: https://fundacaolemann.org.br/en/news/we-are-a-people-of-the-forest.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.