Últimas

Homem apontado como um dos integrantes de agressão coletiva é preso

Na manhã desta sexta-feira (18/09), por volta das 6h15, policiais civis da 43ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Nhamundá (distante 383 quilômetros em linha reta a capital), sob coordenação do delegado Everty Sandro Pereira, titular da unidade policial, prenderam, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Carlos Eduardo Moraes de Moura, de 21 anos, conhecido como “Caduzinho”, pelo crime de roubo majorado. A prisão foi efetuada na residência do infrator, na rua Furtado Belém, bairro Centro, naquele município.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Conforme o delegado, no dia 12 de setembro deste ano, um homem de 47 anos estava em frente a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), na região mencionada, quando foi surpreendido por cerca de cinco indivíduos, incluindo o Carlos, que passaram a agredi-lo com socos e chutes. Na ocasião, os agressores subtraíram o celular da vítima.

“Na delegacia a vítima relatou que, no momento do ocorrido, ele estava fazendo uma live pra uma rede social, e foi a partir desse material que conseguimos identificar Carlos como um dos agressores”, comentou o titular.

Com a identificação de “Caduzinho”, a autoridade policial representou pela prisão preventiva em nome dele, no dia 15 de setembro deste ano. A ordem judicial em nome de Carlos Eduardo Moraes de Moura, foi expedida na última quinta-feira (17/09), pelo juiz Marcelo Cruz de Oliveira, da Vara da Comarca de Nhamundá.

De acordo com Pereira, os trabalhos policiais para identificar os outros envolvidos seguem em andamento.

Procedimentos

Carlos Eduardo irá responder pelo crime de roubo majorado. Após os procedimentos cabíveis, ele permanecerá na carceragem da unidade policial e ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.