Últimas

Maia anuncia entrega da reforma administrativa, mas depois recua

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta 4ª feira (2.set.2020) que os líderes do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), e no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), entregariam ainda nesta noite a proposta de reforma administrativa do Executivo.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Mais tarde, no entanto, sua assessoria afirmou que a entrega não aconteceria.

Em entrevista a jornalistas, Maia foi perguntado quando seria a entrega da proposta do governo. Disse que seria nesta 5ª feira (3.set), às 18h. –data e horário confirmados por Ricardo Barros ao Poder360. No fim das perguntas, entretanto, Maia disse: “O governo ficou de encaminhar agora a reforma administrativa deles. Então vamos aguardar, mas não aqui, né?”.

Maia também foi perguntado sobre a tramitação da reforma na Casa. Para ele, a melhor opção seria seguir o rito completamente. Isso porque o tema deve causar controvérsias e isso ajudaria a não haver judicialização. Ele defende, entretanto, que haja 1 acordo para que o prazo da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) seja menor.

“Tem que ir pra CCJ ou tem que fazer 1 acordo para que a gente construa uma comissão especial que o prazo da CCJ seja respeitado. Mas acho que o ideal, já que na próxima semana a gente vai ter apenas uma sessão por causa do prazo das convenções, a gente possa tentar aprovar na próxima quarta projeto de resolução que autoriza a recriação da CCJ e recriar a CCJ.”

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.