Últimas

‘Não sabia que estava grávida’ Diz mulher que pensava estar com hérnia.

A funcionária pública Michaella Mignone, de 30 anos, sentiu um desconforto abdominal e procurou atendimento médico em sua cidade, Marataízes (ES), pensando ser uma dor provocada por uma hérnia. 
Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO
Tomou um analgésico e voltou para casa. No dia seguinte, as dores aumentaram. Foi aí que a mulher, mãe de duas filhas, descobriu que estava grávida.
“Eu senti uma dor forte, me deitei no sofá e falei: ‘Diego [marido de Michaella], acho que estou parindo’. Ele ainda riu e disse que não era possível. Mas eu estava com a mesma sensação de quando minhas duas outras filhas nasceram”, conta ela, que pediu ajuda a um primo enfermeiro antes de ser socorrida pelo resgate.
Antes da chegada da ambulância, Michaella deu à luz na sala da própria casa. Cecília nasceu com 50 centímetros e pesando três quilos. O parto aconteceu em 18 de maio, e hoje Cecília está com três meses e meio, esbanjando saúde.
A funcionária pública trabalha no setor de saúde, na linha de frente contra o novo coronavírus. Segundo o portal UOL, ela tomava anticoncepcional injetável e sugeriu para o marido se submeter a uma vasectomia.
Durante os nove meses da gestação desconhecida, não teve sintomas como enjoos, náuseas e desejos, nem viu sua barriga crescer. Em foto tirada um dia antes do parto de emergência, a gravidez é quase imperceptível.
A funcionária pública chegou a procurar um médico no final do ano passado após notar uma saliência em seu umbigo. Na ocasião, ela foi diagnosticada com uma hérnia.
“Realmente parece difícil de acreditar para nós mesmos. A chegada de Cecília foi um susto imenso, e, em meio a dúvidas e preocupações, Deus se manifesta através de pessoas que se tornaram anjos nas nossas vidas. Nunca poderemos demonstrar nossa gratidão pelas doações, presentes e gestos de carinho que recebemos de cada um de vocês, conhecidos ou não”, agradeceu Michaella em seu Facebook.

https://unomidias.com.br/43675-2/

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.