Últimas

Prefeitura participa de live sobre tombamento e preservação de patrimônios históricos no dia 21

A Prefeitura de Manaus tem sido importante agente de transformação e ressignificação de áreas do centro histórico, realizadas na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto. Esses restauros e revitalizações de obras, praças e prédios, antes abandonados e descaracterizados pelo tempo, serão destaque em live sobre "Patrimônio Histórico", realizada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas (CAU-AM), com a presença do diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiro Claudio Guenka.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

“Obras emblemáticas no centro histórico estão em andamento, com a recuperação de locais abandonados e escondidos pelo tempo, que serão entregues pelo prefeito Arthur, não apenas contemplativas sob o aspecto visual, mas também usual, a exemplo do futuro Centro de Arqueologia, a antiga Câmara Municipal, e o antigo hotel Cassina, que será o polo digital, o Casarão da Inovação. Realizamos diversas intervenções, todas aprovadas junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan, mostrando que é possível se resgatar a história e dar a esses imóveis novos usos e significados para a população", explicou Claudio Guenka.

O bate-papo virtual, em tempos de pandemia, será transmitido pelo canal TV CAU-AM no YouTube, às 20h (horário Manaus), tendo como mediadores a arquiteta e urbanista Cristiane Sotto Mayor e o arquiteto e urbanista Kleyton Marinho. A programação abordará pontos relevantes sobre o urbanismo da região e a conexão entre projetos e obras das três esferas do poder público, responsáveis pelo tombamento e preservação de patrimônios históricos.

Além do convidado Claudio Guenka, também participam do encontro a arquiteta e urbanista Karla Bittar, superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Amazonas (Iphan), e a procuradora Ellen Carvalho, membro da Comissão de Direito Urbanístico da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB). O evento poderá ser acessado no canal do YouTube do CAU/AM, diretamente no link www.youtube.com/tvcauam.

Obras

A gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto devolveu aos manauaras o significado de se olhar para a arquitetura da capital e sua importância cultural e histórica, a partir de um conjunto de obras, incluindo ações de restauro e requalificação nos seus últimos quase oito anos de gestão frente ao poder público.

Com projetos próprios, elaborados pelo Implurb e a maioria das empreitadas realizada com recursos do Tesouro municipal, um conjunto principal de dez obras, inicialmente apresentadas para o antigo PAC Cidades Históricas do governo federal, se transformou no programa “Manaus Histórica”, ganhando em velocidade e independência, com dinheiro da própria prefeitura.

Seis projetos foram concluídos e entregues à população, incluindo a praça da Matriz, as praças Adalberto Vale e Tenreiro Aranha, o Pavilhão Universal, a biblioteca pública municipal João Bosco Evangelista e a praça Dom Pedro II. Arquiteta e urbanista por formação, a presidente da Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo da Prefeitura de Manaus, Elisabeth Valeiko Ribeiro, ressalta o cuidado e o compromisso que a gestão do prefeito Arthur Neto tem com a história de Manaus, com o resgate do patrimônio artístico e cultural da cidade.

“A Comissão de Paisagismo e Urbanismo faz um trabalho integrado, coeso e totalmente comprometido em garantir que todas as obras, neste caso, do centro histórico, sejam revitalizadas em seus mais variados aspectos e que a cidade ganhe, não apenas prédios restaurados, mas que eles também sejam acessíveis a todas as pessoas, por isso todos são adaptados para pessoas com deficiência. Além disso, é um compromisso da comissão garantir que o paisagismo seja reposto, revitalizado e ampliado, em muitos casos. É desejo de todos nós que a cidade fique mais bonita, mais verde e mais acessível, sem perder suas características históricas”, afirmou.

Manaus ainda ganhou no período uma inédita revitalização de uma de suas mais importantes avenidas, a Eduardo Ribeiro. Quatro obras seguem em andamento na região. Com novo uso, o Pavilhão Universal foi uma das últimas obras entregues em 2019, funcionando agora como um Centro de Atendimento ao Turista (CAT). A edificação é uma referência ímpar da arquitetura de ferro da Belle Époque, período áureo da cidade de Manaus. O restauro desse monumento resgata elementos existentes na edificação, em 1975, quando a estrutura do Pavilhão estava implantada na praça Adalberto Vale.

Em execução

Grandes obras que resgatam o patrimônio histórico da cidade estão em execução pela Prefeitura de Manaus. Os restauros da antiga Câmara Municipal e do hotel Cassina seguem a todo vapor na capital, com projetos aprovados junto ao Iphan, devidamente licitados e coordenados pelo Implurb. O prédio da antiga Câmara Municipal, construído na década de 1880, vai funcionar como Centro de Arqueologia de Manaus. O imóvel se encontra na área de influência de um dos mais importantes sítios arqueológicos do município, o Sítio Manaus.

A intervenção proposta pela equipe de arquitetura e urbanismo da prefeitura é criar um imóvel resolutamente contemporâneo, em harmonia com o patrimônio, o legado e o seu passado, para o hotel Cassina. O prédio será o futuro Polo Digital Cassina. A obra de restauro prevê a conservação das fachadas e da exuberância da vegetação na parte inferior, além da inserção de uma estrutura central e independente.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.