Últimas

Roubos a rotas de trabalhadores do PIM caem 31% até julho

Operações ostensivas da Polícia Militar, força-tarefa de investigação da Polícia Civil e o uso de tecnologia fizeram a diferença para a redução do número de roubos a rotas de ônibus que levam trabalhadores para fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM). De janeiro até julho, o número de casos caiu 31%, conforme indicadores da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os resultados foram a pauta de reunião realizada, nesta quarta-feira (02/09), entre a cúpula de segurança e representantes da indústria do estado, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. Sob a condução do secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o encontro contou com a presença da delegada-geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, do comandante-geral da PM, coronel Ayrton Norte, e os empresários Antônio Silva, Wilson Périco e João Mezari.

De acordo com João Mezari, da Moto Honda da Amazônia e um dos diretores da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), a redução ocorreu graças ao trabalho integrado das polícias Civil e Militar. “A polícia tem feito um trabalho conjunto na prevenção dessas ocorrências, por meio do acompanhamento das rotas de ônibus nos bairros mais perigosos”, afirmou.

Segundo o dirigente, as empresas também estão investindo em tecnologia. “São botões de pânico, rastreamento, câmeras internas, justamente para dar subsídios à Polícia Civil. Caso ocorra um roubo, os investigadores têm condições de identificar os responsáveis”, disse Mezari.

O executivo ainda apontou a importância do trabalho das forças de segurança pública no combate a crimes dessa natureza. “Há uma redução nos roubos ano a ano, o que é reflexo do trabalho da polícia, principalmente nos horários mais críticos, que são a madrugada ou o meio da noite. E é importante porque dá mais sossego para o colaborador, que todos os dias se desloca para o Distrito Industrial. Isso nos deixa mais tranquilos quanto à segurança deles”, frisou.

Bonates reafirmou o compromisso do sistema de segurança em reduzir os indicadores e levar mais segurança aos trabalhadores. Uma série de propostas foram discutidas para ampliação de parcerias entre o setor e o sistema de segurança, incluindo a criação de um projeto de orientação aos trabalhadores sobre medidas de segurança pessoal através de palestras nas fábricas.

Além do trabalho das polícias, a SSP dispõe do aplicativo “Aviso Polícia”, que pode ser usado para acionamento do sistema de segurança em casos suspeitos. O sistema está disponível para qualquer usuário baixar e utilizar em aparelhos smartphones. Nos casos de acionamento emergencial, a tela entra em modo de segurança para proteger o cidadão denunciante.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.