Últimas

Alfredo defende a valorização dos profissionais de Educação no processo de melhoria da qualidade do ensino

“Não é possível pensarmos em educação de qualidade se não tivermos profissionais satisfeitos, com condições de trabalho e remuneração condizentes com a importância da função que desempenham.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Em nossa administração, minha e da Conceição, a valorização dos profissionais envolvidos no processo educacional, será prioridade”, afirmou Alfredo Nascimento, do Partido Liberal, candidato a prefeito de Manaus pela coligação “Trabalho bom merece continuar”, apoiada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB).

Na véspera do Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro, Alfredo destacou que em seu plano de governo, além da valorização, constam outros benefícios como a preservação e ampliação dos direitos dos profissionais da educação assegurando pagamento de bônus de produção do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e do rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O plano prevê, ainda, parcerias com a Ufam e UEA para a oferta de cursos de pós-graduação e de qualificação de professores.

O candidato lembrou que quando esteve à frente da administração do município colocou a educação com ensino de qualidade como objetivo primordial de sua administração. “Avançamos muito nesse sentido. Logo no início da minha gestão, em 1997, promovemos reciclagem dos professores, entre outras ações visando a melhoria da qualidade do ensino. Criei o projeto ‘Professor na Universidade’, por meio do qual investimos no professor, assegurando acesso ao curso superior e mestrado, representando qualidade no ensino, satisfação pessoal e melhoria salarial”, destacou Alfredo, citando, ainda, que fez o Plano de Cargos e Salários da Educação para que os professores tivessem um dos maiores salários do País.

Também na área de Educação, Alfredo assegura que a palavra de ordem deve ser continuidade. “Na gestão do Arthur (Neto) Manaus subiu da 23ª para a 9ª posição no Ideb, com a premiação dos professores por resultados. Foi realizado concurso público que já chamou mais de três mil candidatos”, ressaltou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.